Volkswagen Up! passa a ser vendido em apenas na versão Extreme na linha 2021 com poucas novidades
Divulgação
Volkswagen Up! passa a ser vendido em apenas na versão Extreme na linha 2021 com poucas novidades








O ano pode estar acabando, mas a Volkswagen resolveu aproveitar até o último segundo para apresentar as novidades da sua linha de produtos.  A marca lançA oficialmente o Up! 2021, que chega ao mercado apenas na versão Xtreme, de visual aventureiro.

Você viu?




Deixam o mercado a versão de entrada MPI, com o motor 1.0 MPI de até 82 cv, e a Connect 170 TSI, com o motor 1.0 TSI de até 105 cv. O propulsor turbo passa a ser o único disponível no  Up! 2021. Casado a um câmbio manual de cinco marchas, permite ao Volkswagen fabricado em Taubaté (SP) acelerar de 0-100 km/h em 9,3 segundos e atingir 183 km/h de velocidade máxima.

Com preço de tabela que parte de R$ 60.090, custa quase o mesmo que um Polo 1.0 MPI básico (R$ 60.690) — versão de entrada do compacto premium da marca — ou um Gol 1.0 completo (R$ 60.180). Mas para atrair o consumidor, o Up! 2021 aposta em uma boa lista de equipamentos, combinada a um pacote visual com barras longitudinais no teto, apliques nos para-choques e molduras nas caixas de roda e rodas de liga leve de 15".


Sem opcionais, o hatch compacto traz de série rodas de liga leve de 15", faróis de neblina, direção com assistência elétrica, volante multifuncional, faróis de duplo refletor e com luzes diurnas, ar-condicionado, sensor de estacionamento traseiro, sistema de som Composition Phone , controle de tração, Isofix, retrovisores externos e travas das portas com comando elétrico, além de vidros elétricos na dianteira.

Como já era esperado desde o início desse ano, quando a legislação passou a exigir apoios de cabeça e cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, o Up! 2021 teve a capacidade reduzida para quatro ocupantes, como no projeto original europeu. Além da retirada do cinto de segurança, o banco traseiro recebeu em sua posição central uma curiosa estampa alertando sobre essa proibição de uso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários