O calendário de lançamentos para o Brasil não precisa seguir necessariamente a agenda global. A segunda geração do Duster, por exemplo, foi apresentada na Europa em 2018, mas teve seu lançamento em solo brasileiro apenas em 2020. Isso também pode acontecer com veículos importados, uma vez que as fabricantes preferem criar estoque em seus principais mercados antes de trazê-los ao Brasil.

Partindo disso, a reportagem do iG Carros enumera 5 modelos que já mudaram no resto do mundo , mas continuam sendo vendidos no Brasil em suas versões antigas. Também iremos contextualizar cada um dos casos, já que vários desses veículos devem ser atualizados em breve.

1 - Peugeot 2008

Peugeot 2008:  nova geração do SUV ainda não data para chegar ao Brasil. É derivado do 208 fabricado na Argentina
Divulgação
Peugeot 2008: nova geração do SUV ainda não data para chegar ao Brasil. É derivado do 208 fabricado na Argentina



A nova geração do Peugeot 2008 foi revelada em 2019, mas já estamos em 2021 e o modelo ainda não deu sinais de que irá aparecer por aqui tão cedo. Feito em Vigo (Espanha) e Wuhan (China), o novo Peugeot 2008 ficou maior, ganhando 14 cm no comprimento e mais 6 cm no entre-eixos. A extensão também permitiu ampliar a capacidade do porta-malas para 434 litros, sendo que o atual tem apenas 355 litros.

Os motores são os mesmos do hatchback 208 na Europa, contando com opções 1.5 turbodiesel (de 100 e 130 cv), 1.2 turbo (de 100, 130 e 155 cv), além da nova variante elétrica de 136 cv e autonomia de até 310 km na cidade.

A Peugeot não pretende ficar de fora do segmento que mais cresce no Brasil, mas já antecipou que a próxima geração do 2008 não será feita no Brasil ou na Argentina.

"Até o momento, não está prevista que a nova geração do 2008 seja feita na Argentina ou no Brasil. Seguiremos com o modelo atual, que está tendo resultados de vendas muito bons, melhorando a linha com alguma nova versão ou série especial", comentou Gabriel Cordo Miranda, presidente do grupo PSA na Argentina, durante uma entrevista à imprensa em agosto do ano passado.

2 - Mitsubishi Outlander Sport

Mitsubishi Outlander Sport recebeu uma série de atualizações que também podem ser adotadas no Brasil
Divulgação
Mitsubishi Outlander Sport recebeu uma série de atualizações que também podem ser adotadas no Brasil


A Mitsubishi mostrou o Outlander Sport 2021 nos Estados Unidos, antecipando as mudanças que podemos esperar para o modelo fabricado em Catalão (GO) quando for renovado em meados do segundo semestre. Sem alterações estéticas, o SUV compacto que convive com o ASX no Brasil ficará mais seguro e conectado em sua linha 2022.

O Outlander Sport ganha faróis de neblina em LED, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva na linha 2021. No pacote de segurança, a Mitsubishi inclui sistema de frenagem de emergência, alerta de saída de faixa e ajuste eletrônico dos faróis, capaz de reduzir a iluminação quando um carro está vindo na direção oposta.

Além das atualizações de conforto e segurança, a Mitsubishi deixou o Outlander Sport ainda mais conectado. O SUV compacto ganha nova central multimídia de oito polegadas, com compatibilidade para smartphones via Apple CarPlay e Android Auto, nas versões mais equipadas. Os modelos básicos continuam integrando o sistema antigo, de sete polegadas.

Você viu?

3 - Renault Sandero/Logan

Renault Sandero e Logan: nova geração da dupla deve ser fabricada no Brasil, mas ainda não há nada definido sobre quando isso vai acontecer
Divulgação
Renault Sandero e Logan: nova geração da dupla deve ser fabricada no Brasil, mas ainda não há nada definido sobre quando isso vai acontecer


O Sandero é vendido no Brasil pela Renault, mas o projeto pertence originalmente à fabricante romena Dacia na Europa. Ele foi revelado na metade de 2020 na Europa, mas deverá aparecer no Brasil com produção nacional – em São José dos Pinhais (PR) – apenas em 2022. Até lá, teremos que nos contentar com a geração atual.

Na Europa, as linhas Sandero e Logan ganham motor 1.0 turbo de 90 cv de potência e câmbio automático do tipo CVT atualizado. Na parte de multimídia, as versões básicas contam com central multimídia de 8 polegadas com sistema Media NAV Evolution. Para os modelos mais equipados, a Dacia disponibilizou um kit de mídia mais moderno, que permite a conexão de smartphones nos sistemas Android Auto e Apple CarPlay sem fio.

Se a Renault repetir a estratégia de lançamento da segunda geração, o hatch e o sedã devem chegar ao Brasil com poucos meses de diferença. Ainda não é certo se a fabricante irá seguir o mesmo caminho da Chevrolet com o Onix, mantendo a geração atual como um modelo “pé-de-boi” para alavancar as vendas.

4 - Jeep Compass

Novo Jeep Compass: terá novos detalhes estéticos, nova central multimídia e opção de motor 1.3 turbo flex
Reprodução/Auto Sohu
Novo Jeep Compass: terá novos detalhes estéticos, nova central multimídia e opção de motor 1.3 turbo flex


O campeão de vendas entre os SUVs médios no Brasil já recfebeu uma série de mudanças na China, o que inclui retoques no desenho da frente, com para-choque redesenhado, com novas entradas de ar e filetes de LED nos faróis. O carro também deverá ganhar jogos de rodas inéditos e detalhes na traseira.

As mudanças mais significativas poderão ser encontradas no interior e no conjunto mecânico. Por dentro, o Compass ganhará nova central multiimídia do tipo "flutuante", com tela maior que a atual, além de acabamento bicolor no painel, com tons de preto e marrom.

Também espera-se que o Compass passe a ser equipado, em pelo menos uma versão, com onovo motor 1.3 turbo flex, que rederá em torno de 170 cv quando abastecido apenas com etanol. Este mesmo motor será utilizaado na picape Fiat Toro e pode equipar outros modelos da Stellantis (fusão da FCA com a PSA). No Brasil, o Compass renovado estpa sendo esperado para o final do primeiro semestre.

5 - Nissan Kicks

Nissan Kicks 2021: SUV passará a ter estilo mais arrojado com a reestilização, além de mudanças na central multimídia
Divulgação
Nissan Kicks 2021: SUV passará a ter estilo mais arrojado com a reestilização, além de mudanças na central multimídia



O SUV compacto da marca japonesa já recebeu mudanças no Japão e Estados Unidos. Até abril, acredita-se que o será a vez do Brasil receber as novidades, que incluem um visual mais arrojado. A frente terá faróis mais estreitos e espichados e a grade dianteira ficara ainda maior que a atual.Além disso, os parachoque receberão largas entradas de ar, deixando o modelo com aspecto mais esportivo.

Como não poderia deixar de ser, a central multimídia deverá receber mudanças, com tela de 8 polegadas, além de mais entradas USB. Outra novidade deverá ficar por conta do botão do freio de estacionamento elétrico no lugar da tradicional alavanca. Com isso, o carro passa a contar com freio da disco nas rodas traseiras.

Mas o conjunto mecânico do Nissan Kicks continuará o mesmo, como motor 1.6 que funciona com câmbio automático do tipo CVT, ou manual, de cinco marchas. Versão híbrida ficará para um segundo momento, ainda sem previsão de chegada.
.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários