Fàbrica em Dresden (Alemanha) passa a produzir o hatch ID.3, que será exportado para o resto do mundo
Divulgação
Fàbrica em Dresden (Alemanha) passa a produzir o hatch ID.3, que será exportado para o resto do mundo

A Volkswagen iniciou a produção do hatchback elétrico ID.3 em Dresden (Alemanha), na famosa fábrica transparente da marca, que substitui a estrutura de concreto convencional por vidro. Dessa forma, mesmo quem está fora da fábrica pode acompanhar a linha de montagem do modelo elétrico, que já era fabricado em Zwickau desde julho de 2020. 

Lançado no ano passado, o elétrico Volkswagen ID.3 já começa a mostrar o seu potencial de vendas. De acordo com dados da consultoria JATO Dynamics, o primeiro modelo da nova linha VW ID somou 27.997 unidades em dezembro de 2020 e ficou com a vice-liderança do mercado europeu, perdendo apenas para o Volkswagen Golf (30.073).

Assim como o futuro SUV ID.4 , o novo hatch da Volkswagen é feito sobre a plataforma MEB, exclusiva para carros elétricos . Essa estrutura também dará origem a uma perua 100% elétrica que será lançada em meados de 2026, uma vez que a fabricante alemã tem a intenção de oferecer produtos que sejam diferentes dos Tesla .

A fábrica transparente de Dresden já recebeu a produção de modelos de luxo, como Bentley Continental e VW Phaeton
Divulgação
A fábrica transparente de Dresden já recebeu a produção de modelos de luxo, como Bentley Continental e VW Phaeton

“A fábrica transparente de Dresden tem papel importante dentro da Volkswagen. Visitantes, clientes e convidados podem ter contato direto com a mobilidade do amanhã”, diz Danny Auerswald, gerente do complexo que já produziu outros modelos do Grupo Volkswagen, como VW Phaeton e Bentley Continental. 

Você viu?

O ID.3 tem três versões, cada uma com baterias de capacidades diferentes. A versão de entrada tem bateria de 45 kWh, com autonomia de 330 quilômetros. Na sequência, está a bateria de 58 kWh, que pode rodar 420 km. A versão topo de linha conta com bateria de 77 kWh e autonomia de 550 km.

No Brasil

Com o ID.3 fora dos planos, Volkswagen do Brasil deverá importar o SUV ID.4 como opção elétrica em 2022
Divulgação
Com o ID.3 fora dos planos, Volkswagen do Brasil deverá importar o SUV ID.4 como opção elétrica em 2022

De acordo com o levantamento da JATO Dynamics, o Volkswagen ID.3 foi o carro mais vendido na Holanda, Suécia e Áustria, e ficou com a 2ª colocação na Dinamarca, Noruega e Luxemburgo. Na Alemanha, o elétrico fechou dezembro na 3ª posição.

O início de sua produção em Dresden tem o objetivo de aumentar o volume de fabricação do ID.3, que será importado para países fora da Europa. O Brasil não está no radar da Volkswagen, uma vez que a fabricante considera nossas ruas inadequadas para um veículo tão baixo.

Logo, o primeiro modelo elétrico da Volkswagen do Brasil deverá ser o SUV ID.4 . O utilitário esportivo 100% elétrico tem bateria capaz de armazenar até 77 kWh de energia, proporcionando autonomia máxima de 520 km. O motor elétrico posicionado no eixo traseiro gera força equivalente a 204 cv de potência. 

Dessa forma, o ID.4 poderá acelerar de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, com velocidade máxima de 160 km/h. A fabricante também divulgou que o proprietário do ID.4 poderá recarregar até 320 km de autonomia em uma unidade rápida em até 30 minutos. No carregador convencional, o ID.4 pode retomar 85 km na autonomia em cerca de uma hora.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários