Paraquedista Luigi Cani bateu recorde mundial ao saltar com um equipamento com apenas 3,15 m² de área
Divulgação
Paraquedista Luigi Cani bateu recorde mundial ao saltar com um equipamento com apenas 3,15 m² de área


O paraquedista brasilero Luigi Cani bateu o recorde mundial de salto com o paraquedas de menor dimensão, ao utilizar um equipamento com apenas 3,15 m². Área entre sete e oito vezes menor do que a disponível em um equipamento convencional. Promovido pela filial brasileira da Audi , o salto foi realizado no Campo Olímpico de Golfe, no Rio de Janeiro (SP). 


O atleta saltou de um helicóptero a uma altitude de 6 mil pés (cerca de 1.800 m). Durante a façanha, que durou cerca de 2 minutos,  Luigi Cani atingiu uma velocidade máxima de 217 km/h. Com o sucesso na tentativa, Cani superou o recorde anterior do venezuelano Ernesto Gainza, que em 2013 fez um salto em Dubai utilizando um equipamento de 3,25 m².

Você viu?

A rotina de preparação do atleta incluiu um teste genético para definir uma rotina de alimentação que permitisse a Cani perder 5 kg e ficar com peso entre 62 kg e 62 kg. Com a pesagem dentro da faixa ideal, iniciou a rotina de acordar todos os dias às 4h da manhã para treinar os saltos – segundo ele, neste horário é possível encontrar as melhores condições climáticas para a realização do salto.

Foram 27 dias de preparação final em que Luigi Cani foi saltando com protótipos cada vez menores até chegar ao menor paraquedas do mundo. Ao longo dos testes, ele aumentou cada vez mais o controle do paraquedas até obter a precisão necessária para pousar com a velocidade segura.

Na fase final do projeto o atleta utilizou o superesportivo Audi R8, modelo equipado com um motor central-traseiro V10 aspirado que gera 610 cv de potência e leva o veículo a 330 km/h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários