Veja os dados da Fenauto com os resultados das vendas de seminovos e usados no primeiro semestre de 2021
Divulgação
Veja os dados da Fenauto com os resultados das vendas de seminovos e usados no primeiro semestre de 2021

A Fenauto (Federação Nacional dos Revendedores de Veículos Automotores) publicou os resultados do primeiro semestre de 2021, comprovando que as vendas de seminovos e usados no período já superam os valores obtidos em 2019.

O relatório revela que 58.944 veículos foram vendidos diariamente entre janeiro e junho de 2021. No mesmo período de 2020, ainda no começo da pandemia do novo coronavírus , este número ficou em 36.323. No ano anterior, em 2019, foram vendidas 54.802 unidades diárias.

Os dados mostram que 7.367.947 veículos seminovos e usados foram vendidos no Brasil no primeiro semestre de 2021. No mesmo período de 2020, foram vendidos 4.540.419 modelos na categoria, registrando aumento de 62,3%.

A Fenauto também repercute que o resultado de junho superou o mês de maio em 0,9%. Ao todo, foram vendidas 1.336.964 unidades, contra 1.325.336 do mês anterior. Na comparação com o mês de junho de 2020, o resultado de 2021 é 77,7% maior.

Você viu?

Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto, destaca que é natural que os resultados do primeiro semestre de 2021 sejam muito superiores na comparação com o ano anterior.

Os primeiros seis meses de 2020 foram marcados pela incerteza em torno da pandemia do novo coronavírus, enquanto o mesmo período de 2021 marcou o início da vacinação .

“Com a contínua melhora das condições da economia , a vacinação em massa e o retorno da confiança do consumidor, provavelmente teremos um ano com bons resultados”, destaca o executivo.

A alta nas vendas de seminovos e usados também está relacionada ao desabastecimento da indústria por conta da falta de insumos . Com o avanço da variante brasileira do novo coronavírus entre janeiro e maio de 2021, muitas fabricantes suspenderam as produções em suas fábricas. Modelos seminovos e usados acabaram atendendo a demanda de modelos zero quilômetro , que estão em falta nas concessionárias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários