Seria o adeus? Site americano crava encerramento da produção do esportivo coreano
Divulgação
Seria o adeus? Site americano crava encerramento da produção do esportivo coreano

A Kia deverá confirmar o fim da produção do Stinger para o segundo trimestre de 2022. Segundo o site americano Carscoops, o esportivo deixará de ser feito em Sohari (Coreia do Sul) para dar lugar à nova geração do Carnival híbrido, que faz parte da nova estratégia de produtos eletrificados da marca. O  Kia Stinger é vendido no Brasil a partir de R$ 399.990.

A história do Stinger é breve. Ele foi lançado globalmente em 2017 e chegou ao Brasil como uma das principais atrações da fabricante coreana no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018. Apesar de ter sido bem recebido pela mídia, o esportivo não atingiu os números desejados pela Kia nas concessionárias.

A Kia deve lançar uma edição de despedida do Stinger antes que sua produção seja encerrada em 2022. No início do ano, foi lançada a versão Scorpion , com rodas exclusivas e detalhes que colaboram para um visual mais agressivo no exterior. O pacote não chegou ao Brasil.

Quando foi lançado no Brasil, o Stinger contou com a versão Fittipaldi Edition , limitada a apenas 20 unidades numeradas.

O Kia Stinger pode ser adquirido em duas opções de motorização: 2.5 turbo de quatro cilindros, capaz de desenvolver 300 cv de potência e 42 kgfm de torque, ou 3.3 V6 turbo de 368 cv de potência e 51 kgfm de torque. Este último equipa os modelos vendidos no Brasil, com câmbio automático, de oito marchas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários