Beachbot ou BB ainda está em fase de testes, mas logo vai poder estar rodando pelas praias. Imaginou um desses no Brasil?
Divulgação
Beachbot ou BB ainda está em fase de testes, mas logo vai poder estar rodando pelas praias. Imaginou um desses no Brasil?

BeachBot, ou BB para abreviar, é um robô criado pelos sócios Edwin Bos e seu Martijn Lukaart, fundadores da TechTics, com o próposito de recolher as pontas de cigarro na areia da praia. 

A engenhoca que agora se prepara para uma s egunda bateria de testes foi idealizado pela necessidade de ter uma ferramenta hábil e capacitada a limpar a praia no menor tempo possível.

Um dos sócios, Bos, percebeu que seu trecho de praia favorito, a praia Scheveningen, na Holanda, estava cheio de milhares de bitucas e aí foi o mote para dar início ao projeto.

Só para se ter uma ideiam mais de 4,5 trilhões de bitucas de cigarro acabam no meio ambiente anualmente, lembrando que elas levam 14 anos para se desintegrar , durante os quais liberam toxinas na água, envenenando uma variedade de formas de vida aquáticas, de peixes a tartarugas.

Você viu?


O BeachBot é promissor, mas ainda tem um longo caminho a percorrer para atingir seu potencial máximo. Durante a primeira demonstração, que aconteceu no ano passado, ele coletou 10 pontas de cigarro em 30 minutos.

Considerando que só tem um tempo de execução de uma hora com carga total , isso não é exatamente o tipo de conquista de escrever para a mãe, mas é melhor do que nada.

Em breve, BeachBot terá dois ajudantes que correrão à frente e mapearão a praia, então ele terá que se concentrar apenas em pegar os itens e descartá-los. Os três trabalharão em equipe e serão mais eficientes por causa disso.

Tudo bem que o BeachBot está longe de ser hábil em catar lixo na praia, mas pelo menos está fazendo mais esforço do que a maioria dos humanos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários