Jeep Commander é mostrado em sua versão Overland, a mais cara, com motor 2.0 turbodiesel
Divulgação
Jeep Commander é mostrado em sua versão Overland, a mais cara, com motor 2.0 turbodiesel

A Jeep revelou as primeiras imagens oficiais do Commander , novo SUV médio de sete lugares produzido em Goiana (PE) ao lado da dupla Compass e Renegade . Ele está marcado para chegar às concessionárias a partir do dia 26 de agosto.

O Commander segue a mesma linguagem visual da última reestilização do Compass . Isso fica bem evidente no formato dos faróis, integrados à grade frontal com as tradicionais sete fendas da Jeep. A versão exibida nas imagens, Overland, a mais cara, tem faróis full-LED.

A traseira do Commander também traz inspirações de outros modelos da Jeep, como os importados Cherokee e Grand Cherokee . As lanternas traseiras estreitas deixam o visual ainda mais imponente e robusto, do jeito que os americanos gostam, com destaque para o teto no padrão ‘flutuante’.

No interior, o Commander traz volante multifuncional, central multimídia no padrão flutuante e cluster digital. O bom acabamento chama atenção, misturando texturas e couro na tonalidade marrom chocolate.

Você viu?

O modelo traz a sigla ‘TD’ na tampa do porta-malas, revelando que se trata da versão turbodiesel do Commander . Dessa forma, o motor 2.0 desenvolve em torno de 200 cv de potência e 35 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas.

As versões de entrada terão o novo motor 1.3 turboflex de 185 cv de potência e 27,5 kgfm de torque, com transmissão de seis marchas. Ainda não é certo se o Commander terá versões 4x4 com este conjunto mecânico.

O Jeep Commander é o primeiro SUV do segmento D desenvolvido e produzido no Brasil. Ele será exportado para toda a América do Sul para bater de frente com VW Tiguan Allspace, Peugeot 5008 e Mercedes-Benz GLB. Novos detalhes serão revelados na semana do dia 26, quando a Jeep fará a apresentação do Commander à imprensa brasileira. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários