Fim da produção do EcoSport na Índia compromete venda do SUV nas Américas
Divulgação
Fim da produção do EcoSport na Índia compromete venda do SUV nas Américas

O encerramento da produção do EcoSport na Índia pode cravar o fim do modelo nas Américas em 2022. O SUV compacto da Ford é produzido em Chennai, fábrica que está marcada para ser fechada até o primeiro semestre de 2022 . De lá, são importados os EcoSport que abastecem os mercados norte-americano e argentino.

Segundo o site Carscoops, o EcoSport deve deixar de ser vendido nos Estados Unidos e Canadá na metade de 2022. Para a Argentina, a Ford anuncia que o SUV compacto indiano continuará a ser vendido até meados de 2023, ou enquanto durarem os estoques.

A Argentina recebia o EcoSport brasileiro, produzido em Camaçari (BA) até janeiro de 2021. Com o fechamento da fábrica , a marca decidiu importar o modelo indiano para dar ‘sobrevida’ ao SUV na América Latina. O Brasil acabou ficando de fora dessa estratégia.

O encerramento da produção do EcoSport na Índia ainda não marca o seu fim no mercado global. Ele também é produzido em Craiova (Romênia), onde abastece todo o mercado europeu. 

A Ford não tem interesse em importar o modelo romeno para os Estados Unidos, uma vez que o EcoSport nunca foi um exemplo de sucesso no segmento. Em 2019, o modelo emplacou 64 mil unidades, ficando muito atrás do Chevrolet Trax, líder da categoria que emplacou 116 mil unidades. 

Leia Também

A história do EcoSport

Ford EcoSport inaugurou a categoria dos SUVs compactos dez anos antes de Jeep Renegade, Honda HR-V e Nissan Kicks
Divulgação
Ford EcoSport inaugurou a categoria dos SUVs compactos dez anos antes de Jeep Renegade, Honda HR-V e Nissan Kicks

Após 17 anos no mercado, o Ford EcoSport se despediu do nosso país sem deixar um substituto direto. Como parte da reestruturação global, a fabricante optou por fechar as linhas de produção em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), encerrando sua participação na indústria nacional.

O EcoSport foi um verdadeiro sucesso de vendas, principalmente em sua primeira geração. Ele foi idealizado pelo engenheiro Marcio Alfonso, hoje CEO da Caoa Chery, como um projeto brasileiro que teria adesão do resto do mundo. Em pouco tempo, o EcoSport se tornou um dos principais produtos globais da Ford.

A Ford aproveitou outras marcas para fortalecer a imagem do EcoSport. O sistema de tração integral do modelo 2004 foi desenvolvido pela Mazda , na época em que a Ford mantinha 34% das ações globais da fabricante japonesa.

A primeira reestilização do Ford EcoSport teve inspirações claras no Land Rover Freelander
Divulgação
A primeira reestilização do Ford EcoSport teve inspirações claras no Land Rover Freelander

Em sua primeira reestilização, o EcoSport passou a levar seu nome à frente do capô, em um arranjo semelhante ao Land Rover Freelander. A mudança não feriu nenhum caráter jurídico, pois a Ford era proprietária da marca inglesa. Em 2008, a Jaguar Land Rover foi vendida para o grupo indiano Tata Motors. 

O EcoSport , modelo que abriu as portas para Renegade, HR-V e T-Cross, deixará uma legião de fãs órfãos, que não o encontrarão nas concessionárias nos próximos anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários