Chery T-X: semelhanças com rivais europeus à parte, modelo conceitual marcará uma nova fase na história da marca chinesa
Divulgação
Chery T-X: semelhanças com rivais europeus à parte, modelo conceitual marcará uma nova fase na história da marca chinesa

Quem pensou que as marcas chinesas deixaram de lado as cópias de alguns modelos europeus e americanos de sucesso está enganado. Mesmo depois de evoluírem bastante, volta e meia acontecem algumas recaídas.

É o que parece ser o caso do protótipo T-X , mostrado na China pela Chery , cujo desenho lembra bastante uma mistura de Ford Bronco com Land Rover Defender .

Ainda um modelo conceitual, o Chery T-X vem com faróis e lanternas que utilizam apenas LED no lugar das lâmpadas convencionais, grade iluminada (o que parece ser uma tendência daqui em diante), contornos de ângulos retos e detalhes pintados de cores chamativas, como os ganchos para amarração no para-choque dianteiro e os cubos das rodas.

Ainda há poucos detalhes oficiais sobre o protótipo chinês com cara de poucos amigos. Sabe-se apenas que o carro vem com a nova plataforma conhecida na Chery como Kunlun , que será usada paara novos modelos híbridos plug-in, a maioria deles utilitários esportivos, ainda segmento que mais cresce no mundo hoje em dia.

Leia Também

Um dos objetivos da Chery é lançar novos SUVs híbridos plug-in no futuro que sejam capazes de ter autonomia acima de 1000 km e uma média de consumo que beira os 100 km/h utilizando o modo elétrico e o combustão alternadamente. Além disso, suspensão adaptativa e sistema de tração inteligente serão itens corriqueiros nos SUVs da marca.

Não há uma difinição se o T-X vai se produzido em série. Mas isso não vai acontecer antes de 2023 e o carro vai fazer parte da linha de uma nova subdivisão da Chery, chamada Jetour , que será vendida em diversos mercados fora da China e lançará um ou dois modelos por ano, sejam SUVs, picapes e até minivans.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários