Bicicleta elétrica, dobrável e fotoluminescente. Acho que não falta mais nenhum atributo que a deixe ainda mais exótica
Divulgação
Bicicleta elétrica, dobrável e fotoluminescente. Acho que não falta mais nenhum atributo que a deixe ainda mais exótica

Feitas à mão em Lieurey, França, as bicicletas elétricas da Calendar são recentes no mercado, mas apostam em novidades que contribuem para a mobilidade. A empresa só tem dois modelos lançados (Calendário X e Calendar Longtail Max).

Em uma combinação um tanto incomum de recursos, vem com um design de cauda longa, pneus largos, além de ser um veículo dobrável. Para tornar as coisas ainda mais interessantes, a Calendar Bikes fez o quadro do Max fotoluminescente, fazendo com que a moto brilhe no escuro, para melhor visibilidade.

Disponível em duas variantes, Max e Max Plus , sendo esta última mais equipada de recursos, a variante de carga vem com uma estrutura de alumínio, rodas de 20”, pedais e guidão dobráveis, uma transmissão Shimano de 7 velocidades e freios hidráulicos.

Embora tenha a virtude do mecanismo dobrável , trata-se de um veículo pesado, com 29,5 kg, incluindo a bateria. Quanto à sua capacidade máxima de carga útil, a bicicleta pode suportar até 200 kg.

Leia Também

Leia Também

O longtail Max está equipado com um motor de 250W e uma bateria de 10,4 Ah/360 Wh que gera uma autonomia de até 50 km em uma carga.

Muitos acessórios estão disponíveis para a bicicleta de carga Max , desde pedais retroiluminados e até uma almofada de espuma para o assento, bolsos de armazenamento, caixas empilháveis e uma bateria de maior capacidade que oferece até 80 km com carga.

A Calendar Bikes vende o Max a €3.990 (R$ 23.250), enquanto a versão Max Plus mais premium começa em €4.590 (cerca de R$ 26.750).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários