Jeep elétrico será um dos pontos de partida quando o assunto é desenvolvimento de novas tecnologias
Divulgação
Jeep elétrico será um dos pontos de partida quando o assunto é desenvolvimento de novas tecnologias

A Stellantis apresenta o primeiro Jeep 100% elétrico. Com porte menor do que o do Renegade, tem lançamento programado para o 1º semestre de 2023. A informação foi divulgada na apresentação do plano estratégico do grupo até 2030. Os executivos afirmam que a novidade irá expandir as capacidades que todo o Jeep tem que oferecer: "Capacidade, liberdade ao ar livre, diversão e estilo".

Carlos Tavares, o CEO da Stellantis , preferiu não detalhar mais sobre o inédito Jeep . Limitou-se apenas à imagem de computador com desenho mais arredondado do que o do Renegade. Apesar disso, confirma a chegada de mais carros totalmente elétricos até 2025, completando a oferta de modelos EVs em todos os segmentos, por parte da Jeep. Um deles, que se aproxime mais ao Wrangler, e outro dos SUVs médios.

A traseira, tal como a dianteira, lembra o Renegade, mas adiciona toques ainda mais modernos
Divulgação
A traseira, tal como a dianteira, lembra o Renegade, mas adiciona toques ainda mais modernos

Uma nova identidade é formada a partir da grade do carro elétrico , que apesar de seguir o desenho clássico, vira uma peça fechada. Além disso, exibe uma linha fina em LED na parte superior para iluminação diurna e os faróis normais logo abaixo. Na parte de trás, vemos as mesmas linhas em LED nas lanternas dos Jeep atuais, mas agora com acabamento preto no entorno. Novidade é a maçaneta na coluna C para as portas traseiras.

Se seguir os planos da época da fusão FCA-PSA, tal como os outros lançamentos , deverá se basear na plataforma CMP , pensada para os compactos . O primeiro passo da eletrificação da Jeep no Brasil deve ser feito ainda neste ano, com a chegada do Compass 4xe, versão híbrida plug-in que foi prometida em 2019. Espera-se que o novo Grand Cherokee também chegue ao país com uma motorização eletrificada, para assim, fazer frente às tendências de tecnologia materializadas nos segmentos superiores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários