Lotus Eletre: SUV elétrico tem partes da carroceria pelas quais o ar passa para aumentar a eficiência
Divulgação
Lotus Eletre: SUV elétrico tem partes da carroceria pelas quais o ar passa para aumentar a eficiência

Depois de Ferrari, Lamborghini, Aston Martin, agora é a Lotus que se rende aos SUVs e lança o Electre, o primeiro carro do gênero da marca inglesa. Com o lançamento, a fabricante quebra vários tabus e inova ao aplicar técnicas de aerodinâmica avançada que faz o ar percorrer até o interior dos para-choques em nome da eficiência.

O Lotus Eletre é um SUV elétrico de alto desempenho que será fabricado em Wuhan (China), cidade que ficou famosa por ter sido a primeira onde o novo coronavírus foi detectada no mundo. De qualquer forma, o novo modelo também ganhará os notíciários por uma série de inovações quando o assunto é utilitário esportivo movido a eletricidade.

Entre outras fatores porque o Lotus Eletre tem capacidade de rodar 600 quilômetros sem recarga , marca que supera vários rivais, como Tesla Model X (560 km). Depois, estamos falando de um SUV que pode acelerar de 0 a 100 km/h em meros 3 segundos e que atinge 260 km/h com baterias de mais de 100 kWh e motores que somam 700 cv de potência.

Com 5,1 metros de comprimento, o Lotus Electre poderá ser encontrado com quatro ou cinco lugares e interior bem sofisticado que inclui sistema multimídia de última geração , além de bancos individuais, do tipo "concha", iguais aos usados em competições e revestidos de material reciclável. Em alguns mercados, o carro também estará disponível com câmeras no lugar dos retrovisores convencionais.

Leia Também

Leia Também

Outro destaque do Electre é a direção autônoma. Até o defletor de ar na capota é dividodo em duas metades semelhantes para permitir que o sensor Lidar montado no teto tenha uma visão clara do caminho quando ativado do sistema.

A lista de modernidades do SUV da Lotus continua com suspensão a ar e a direção do eixo traseiro opcionalmente disponível, barras estabilizadoras ativas e diferencial de deslizamento limitado ativo. Além disso a plataforma é uma nova arquitetura exclusiva da Lotus com capacidade de carregamento de 800V que promete uma carga completa em 18 minutos .

Como o Eletre, a Lotus entra em um mercado cada vez mais disputado, mas com a tradição da marca inglesa em fazer carros bem acertados e com bom desempenho. Pelas primeiras informações da novidade já dá para dizer que até fundador da marca, Colin Chapman, estaria orgulhoso do resultado, sem se preocupar muito com os puristas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários