O diretor executivo da Stellantis, Carlos Tavares, em evento de apresentação de modelos elétricos
Reprodução/Twitter
O diretor executivo da Stellantis, Carlos Tavares, em evento de apresentação de modelos elétricos

A Stellantis anuncia planos de investir US$ 2,8 bilhões no Canadá para modernizar as fábricas de Brampton e Windsor, para a produção de veículos elétricos na América do Norte.

O investimento tranquiliza os funcionários da fábrica de Brampton (Canadá), que após o anúncio do fim da linha de produção do modelos  Chrysler 300 , Dodge Challenger e Dodge Charger temiam o fechamento das instalações.

A fábrica será reformada , modernizada e a produção retornará em 2025 e produzirá veículos baseados em “arquitetura flexível completamente nova”. Apesar de detalhes não terem sido divulgados, a Stellantis confirmou que ao menos um veículo elétrico sairá de Brampton.

A outra fábrica canadense, em Windsor, será transformada para “oferecer suporte para a produção de uma arquitetura de veículos multi energéticos , e proporcionará diversos modelos utilizar energias de vindas de baterias", disse a fabricante.

A linha de montagem de Windsor receberá ferramentas modernas para produzir a nova estrutura a partir do ano que vem, e continuará produzindo a Chrysler Pacifica , Voyager e a Grand Caravan , exclusiva para o mercado canadense.

Leia Também

Além disso, a Stellantis divulgou que ambas fábricas irão retornar à três turnos de trabalho, visto a alta demanda para os novos produtos que irão produzir.

A fábrica de Windsor irá se tornar um centro de pesquisa e desenvolvimento automotivo e irá abrir pelo menos 650 empregos para engenheiros focados em “sistemas de propulsão elétricos”, incluindo baterias, motores, softwares, sistemas eletrônicos e gestão de energia.

O Primeiro Ministro canadense Justin Trudeuau, estava presente no evento promovido pela Stellantis e falou com a imprensa: “O contrato assinado hoje é um investimento nos nossos funcionários e nosso futuro. Estamos construindo uma indústria automotiva canadense de forma inovadora e limpa.”

A Stellantis recentemente anunciou uma parceria com a LG para a produção de baterias no Canadá e é um dos passos do grupo a caminho da eletrificação. Na Europa, o objetivo é tornar a Fiat 100% elétrica até 2027.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários