Ford Focus será o último modelo produzido na fábrica da Ford na Alemanha, conforme a própria fabricante
Divulgação
Ford Focus será o último modelo produzido na fábrica da Ford na Alemanha, conforme a própria fabricante

A Ford da Europa comunica que não dará mais sobrevida ao Focus. Portanto, o fim da sua produção acontecerá em 2025, conforme uma entrevista à imprensa do chefe da marca americana, Stuart Rowley.

Dessa forma, a saída definitiva do modelo não terá direito a um sucessor direto e acontecerá após quase 30 anos do lançamento da primeira geração. A afirmação do executivo também deve significar o fim da produção da Ford na fábrica de Saarlouis, na Alemanha.

 “Estamos buscando outras oportunidades alternativas para a produção de veículos em Saarlouis, incluindo [venda para] outros fabricantes. Não temos em nosso ciclo de planejamento um modelo adicional que vá para Saarlouis”, disse Stuart Rowley, chefe da Ford Europa.

A explicação da decisão da fabricante se deve ao programa estratégico de eletrificação da marca e o anúncio veio em uma época turbulenta com vendas em baixa em todo o mercado europeu atrelada à produção reduzida em consequência da crise dos semicondutores que anda castigando o mercado global, incluindo o Brasil.

Aliás, por aqui, o hatch médio deixou de ser vendido em 2019 sem direito a um sucessor, devido à queda deste segmento nos últimos anos. Além dele, outros modelos concorrentes tiveram o mesmo fim como o Fiat Bravo, Volkswagen Golf e Peugeot 308 . O único remanescente hoje é o Chevrolet Cruze.

O executivo afirmou que com o fim da fábrica da Ford na Alemanha, haverá cortes de empregos ‘significativos’ na unidade, que atualmente emprega cerca de 4.600 pessoas , justificando que a produção de veículos elétricos exigirá menos trabalhadores.

Saarlouis perdeu para a unidade de produção da Ford em Valência, Espanha, para montar veículos na nova plataforma global de EV planejada da empresa, começando no final desta década.

A Ford não deu nenhuma pista se os futuros veículos elétricos a serem fabricados na planta espanhola  serão menores ou maiores do que o crossover compacto que entrará em produção em Colônia, Alemanha, em 2023 na plataforma MEB do Grupo Volkswagen.

A Ford emprega atualmente 6.000 funcionários em Valência. No geral, a marca emprega 41.000 pessoas na Europa, mas vem reduzindo seu número de funcionários enquanto tenta levar a região de volta a uma lucratividade consistente após anos de perdas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários