Tamanho do texto

Para concorrer com o Ford Bronco e o Jeep Wrangler eletrificados, o famoso SUV de aventura deve estar na lista dos 20 novos EVs da GM

Hummer H3 vermelho
Divulgação
Hummer H3 deverá voltar a ser fabricado no ano que vem, mas com versão elétrica para enfrentar os rivais

Falar em um SUV grandalhão sem compromisso com a realidade, como o GM Hummer, é coisa do passado. Será? Segundo a General Motors, agora, ter um Hummer de emissão zero entre os elétricos não parece ser tão paradoxal. Tanto que a empresa pensa em ressuscitar o modelo, que era mal visto por consumir muita gasolina.

LEIA MAIS: Conheça o mega-plano da Toyota para veículos híbridos e elétricos

O nome Hummer EV surge após a Ford confirmar o Bronco com características similares. Isso mostra  o crescente interesse por utilitários robustos com capacidades ampla off-road, mercado hoje  liderado pelo Jeep Wrangler. O desafio é produzir modelos desse tipo com alimentação sustentável e que sejam comercialmente viáveis e elétricos .

O Hummer revivido agora pode dar a GM boa condição para para enfrentar o Jeep Wrangler e o futuro Ford Bronco, ambos eletrificados partir de 2020. Um excelente trio off-road como símbolo da liberdade e aventura mas em nova realidade e com a independência do combustível fóssil.

A GM interrompeu as vendas do Hummer em 2010. O carro representava um sinônimo  de força, enfatizada nos filmes de Arnold Schwarzenegger. Mas o veículo nunca alcançou as regras exigidas nos testes de economia de combustível e tornou-se símbolo da indiferença da montadora americana em relação ao aquecimento global.

Hummer verde
Divulgação
O Hummer original, do exército americano, se notabilizou nos filmes do ator americano Arnold Schwarzenegger

Revolução elétrica

A GM  planeja uma verdadeira revolução em suas linhas de veículos globalmente. Presidente mundial da maior montadora americana, Mary Barra vê o setor automotivo com “um futuro totalmente elétrico". Tanto que o compromisso da montadora é de colocar 20 EVs na estrada até 2023. 

LEIA MAIS: Estrada elétrica poderá solucionar transporte de carga inteligente e sustentável

Atualmente, a GM está trabalhando no projeto BEV3, uma nova plataforma para veículos elétricos que inclui os segmentos de automóveis e preferencialmente os dos  crossovers, SUVs e picapes. Em sua família de marcas, a GM tem grandes utilitários esportivos, como o Chevrolet Suburban, o Tahoe , o Yukon e o Cadillac Escalade, além de fortes picapes, como a Chevy Silverado e as GMC Sierra e a Canyon. Em um futuro próximo, todos serão elétricos ou híbridos.

GM
Divulgação
O projeto BEV3 da GM dará origem a uma nova plataforma para veículos elétricos da marca americana


Bolt no Brasil

Por enquanto, para o Brasil, a GM confirma o lançamento do Chevrolet Bolt . O hatch elétrico chegará às lojas brasileiras a partir de outubro, somente na versão Premier, topo de linha e tabelada em R$ 175 mil.

LEIA MAIS: Ford vai lançar 50 SUVs elétricos até 2022

Segundo a GM, o Bolt EV é capaz de rodar 383 quilômetros com apenas uma carga. O modelo conta ainda com sistema regenerativo que aproveita a energia dissipada em frenagens e desacelerações para ampliar sua autonomia.

Bolt
Divulgação
A GM confirma para o Brasil o lançamento do Chevrolet Bolt, seu hatch elétrico, a partir de outubro, custando R$ 175 mil


O motor elétrico do Bolt oferece 203 cv de potência entre os elétricos . A recarga das baterias é feita em tomadas e há opções diversas: no caso de um carregador semi rápido, uma hora garante 40 km de autonomia; já com carregadores rápidos, encontrados em eletropostos, bastam 30 minutos para rodar cerca 145 km.