Tamanho do texto

Importada da Argentina, picape ganha novos equipamentos e fica mais ainda segura. Confira o vídeo abaixo;

A picape Nissan Frontier, que durante muitos anos foi fabricada em Curitiba, agora está vindo da Argentina. Produzida na nova fábrica da aliança Renault – Nissan no país vizinho, chega ao Brasil em quatro versões, todas com motorização a diesel, mas tem um modelo de entrada, mais simples e com câmbio manual.

LEIA MAIS: Wrangler, o mais off-road dos Jeeps, finalmente chega ao Brasil

A décima segunda geração da Nissan Frontier está a venda com sua linha completa, composta agora por quatro versões. A nova família da Frontier tem preços que começam em R$ 137.550 para a versão S com câmbio manual e tração 4x4 e vão a R$ 194.790, na versão mais completa da gama, a LE.

Com  mais versões disponíveis, a Nissan Frontier vem ampliando de forma consistente a sua participação de marcado. O market share da picape aumentou em comparação a 2018, quando apenas duas versões importadas do México estavam disponíveis.

A Nissan Frontier não ganha apenas um novo endereço, mas também mais versões e segurança, equipamentos e tecnologia inéditos no segmento, além de novidades e aperfeiçoamentos mecânicos e dinâmicos.

É a melhor picape já produzida pela Nissan em seus mais de 80 anos de tradição no segmento. São mais de 15  milhões de picapes vendidas em 180 países.

LEIA MAIS: O primeiro SUV elétrico da Audi está pronto para as ruas

De acordo com a versão, que agora são 4: S 4x4, Atack 4x4, SE 4x4 e LE 4x4, a linha Frontier passa a ter equipamentos como a visão 360 graus, teto solar, novo sistema multimida com tela de 8 polegadas, sistema isofix, 6 airbags.

Também há novidades no interior, na suspensão, nas rodas, na direção, na motorização, na transmissão e no sistema de tração.

Agora a Nissan Frontier é vendida com câmbio manual ou automático. Motor 2.3 turbo diesel e passa a ter a opção de uma ou duas turbinas, que faz a potência variar conforme a configuração adotada.

Nissan Frontier 2019
Divulgação
O novo pacote Attack da Nissan Frontier 2019 acrescenta detalhes visuais exclusivos

Reconhecida por sua força, a atura geração da Nissan Frontier apresenta como um de seus destaques, a estrutura ainda mais resistente do que a anterior. O chassi foi reforçado e agora é 4 vezes mais forte, ao mesmo tempo que é mais leve e eficiente.

E a nova picape, agora Argentina, resgata outra tradição da marca Frontier: o sobrenome Attack. E esta tradição está em oferecer um visual diferenciado aos clientes. Dessa forma, o modelo 2019 traz adesivos laterais com o nome da versão e a inscrição 4x4. Estribos laterais, santantonio e raque de teto na cor preta. Pneus todo terreno, rodas escurecidas, novo sistema de multimídia e controle de áudio no volante. É oferecida na versão 4x4 com motor duplo turbo e 190 cavalos de potencia.

Além da Atack, a linha 2019 da Nissan Frontier é composta pelas versões S, que é voltada ao trabalho, XE e LE, esta a mais completa.

LEIA MAIS: Longe do Brasil, Renault Clio renovado lidera as vendas na Europa

A Nissan também está resgatando uma outra tradição da Frontier, a de oferecer duas opções de potência para o mesmo motor. A versão S tem 160 cavalos, enquanto as restantes, Attack, XE e LE, desenvolvem 190 cavalos.

O motor para toda a linha da Nissan Frontier é o mesmo turbo diesel 2.3, 16 válvulas, com a diferença estando na quantidade de turbinas disponíveis: uma ou duas. Esta usina de força trabalha em conjunto com dois tipos de transmissão: a nova, manual, de 6 velocidades, exclusiva para a versão S 4x4 e a automática de 7 marchas com modo sequencial para trocas manuais.