Tamanho do texto

A nova Triumph Bonneville Street Scrambler conquista por proporcionar uma deliciosa pilotagem. Confira mais detalhes sobre a nova moto

A nova Triumph Street Scrambler se destaca pelo visual e pela ótima ergonomia
Guilherme Marazzi
A nova Triumph Street Scrambler se destaca pelo visual e pela ótima ergonomia

Há exatamente um mês, a Triumph apresentou suas novas motocicletas, a Street Scrambler e a Bobber, as duas pertencentes à família Bonneville. Como foi uma apresentação estática, ou seja, não foi possível experimentar as motos, as impressões se limitaram à análise estética e a um entendimento teórico sobre suas características mecânicas.

LEIA MAIS:  O charme da Triumph Boneville T120. Gabriel Marazzi conta detalhes

 Curioso como sou em adivinhar suas reações dinâmicas, imaginei que a Bobber fosse a mais interessante em termos estéticos e a Scrambler a mais gostosa de ser pilotada. Metade de minhas previsões já puderam ser constatadas: em uma semana de  Triumph  Bonneville Street Scrambler, chega o dia de levá-la de volta para a sua casa e não quero mais me separar dela.

Curtindo a pilotagem

 De todos os modelos da família Bonneville, eu já havia declarado que a mais gostosa de ser pilotada era a Street Twin, que mantém o motor de 900 cm 3 e tem uma posição de pilotagem extremamente prática. A Bonneville T120 é mais sofisticada e tem motor de maior cilindrada, 1.200 cm 3 . Mesmo com menor potência, ainda preferia a Street, pela maior suavidade de entrega de potência do motor de menor cilindrada. Apenas para situar todos os modelos da família das bicilíndricas, há ainda a Street Cup, café racer baseada na Street Twin, e a Thruxton R, café racer com motor de 1.200 cm 3 e repleta de sofisticação mecânica. Por todas as características de cada um desses modelos, todos eles já mostrados nesta coluna, eu tinha certeza absoluta que a Triumph Bonneville Street Scrambler seria a versão perfeita para mim.

LEIA MAIS: Conheça as novas motos Triumph Bobber & Street Scrambler

Acertei em cheio. Penso até que a Triumph poderia comercializar no Brasil também a Bonneville 900 e a Thruxton 900, certamente elas também iriam ter seus adeptos. Com todas as virtudes da Street Twin, o que inclui suavidade superior de funcionamento, a Scrambler tem a mais uma espetacular posição de pilotagem, com o guidão mais alto e aberto, pneus de uso misto, pedaleiras mais altas e rodas raiadas. O melhor, no entanto, são os dois escapamentos altos saindo pela lateral direita, em um visual típico das primeiras fora de estrada dos anos 60. Não apenas o visual atrai para a Scrambler, mas também o ronco: ele consegue ser ainda mais gostoso de ouvir do que das outras bicilíndricas. Tanto é que nem damos muita importância ao aquecimento que ele provoca na perna direita quando a motocicleta está parada. Rodando, nem se nota que ele está ali.

LEIA MAIS: riumph Tiger 800 XCx passa a ser moto da Polícia Militar de São Paulo

 A Triumph Bonneville Street Scrambler tem motor bicilíndrico de 900 cm 3 e 55 cv de potência, com câmbio de cinco marchas. O acelerador é eletrônico e os freios têm a proteção do ABS e a moto tem ainda controle de tração, ambos os sistemas desligáveis. A motocicleta vem montada sem a pedaleira para o garupa e com um bagageiro de alumínio. As pedaleiras do piloto tambem vêm sem as borrachas, ao estilo “armadilha de urso”. O kit garupa, no entanto, que é composto de um banco para ser colocado no lugar do bagageiro e as pedaleiras, que são fixadas com apenas dois parafusos cada, acompanham a motocicleta, assim como as borrachas para serem parafusadas nas pedaleiras do piloto.

 A Triumph Bonneville Street Scrambler custa R$ 41.990, incluindo o kit garupa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.