. Em um cenário mais a médio e longo prazo, a tendência é que os carros seminovos e usados fiquem mais baratos
Divulgação
. Em um cenário mais a médio e longo prazo, a tendência é que os carros seminovos e usados fiquem mais baratos

Pode-se dizer que o segmento de carros usados e seminovos teve a aceleração de um carro esportivo no ano passado. A FENAUTO (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) aponta que o mercado cresceu quase 18% em relação ao desempenho entre 2021 e 2020.

A projeção para 2022 é que seja de constante aumento também, pois será um ano promissor para o setor. Segundo a previsão da Anfavea (Associação dos Fabricantes de Veículos Automotores), não haverá redução nos preços (pelo menos não nos primeiros meses deste ano).

O principal motivo é o dólar alto, que influencia a importação de peças e insumos, consequentemente encarecendo a produção do país. Isso reflete no valor do veículo para o consumidor final e abre margem para a expansão dos seminovos e usados.

Procurando enxergar os pontos positivos em meio às dificuldades, comprar um carro usado é uma tendência que não deve sair de moda tão cedo. Nesse modelo, é possível negociar o preço , algo que na concessionária é bem mais difícil, além de adquirir um veículo com mais adicionais de conforto, como banco de couro, computador de bordo, direção elétrica, por um preço mais acessível.

Leia Também

Sem contar que a maioria dos carros desvalorizam logo quando saem da concessionária, tornando os seminovos e usados mais atrativos, sobretudo em um cenário de retração econômica; somado aos altos preços da gasolina, ao home office e à mobilidade urbana, muitas pessoas estão preferindo não mais ter carro próprio.

Colocando tudo isso em perspectiva, este ano deve seguir o crescimento atingido no ano passado . Em um cenário mais a médio e longo prazo, a tendência é que os carros seminovos e usados fiquem mais baratos por conta da retomada da economia.

Além disso, também haverá  continuidade na produção de veículos novos para o mercado, que desacelerou no ano passado. É um bom momento para pegar carona e fazer um bom negócio!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários