Tamanho do texto

Versão com detalhes especiais se beneficia da boa dinâmica de condução, entre outras qualidades para um utilitário

Ao expandir sua linha de  versões disponíveis, a GM apresentou recentemente mais uma versão para a sua picape média. Batizada de Chevrolet S10 Midnight, a nova versão foca em detalhes escurecidos, para deixar com um ar ainda mais esportivo.

LEIA MAIS: Entenda por quê o Toyota Etios faz tanto sucesso no mercado

A Chevrolet S10 Midnight é vendida apenas com a motor 2.8, turbodiesel, com 200 cavalos e 51 kgfm de torque máximo, sempre com câmbio automático, de seis marchas. Entre as novidades do kit Midnight, o modelo conta com rodas pintadas em preto fosco, barra de proteção esportiva, bancos e formação do teto com acabamento escuro. Sobrou até para o logo da Chevrolet, que foi pintado de preto. É a primeira vez que isso acontece oficialmente no Brasil.

LEIA MAIS: Renovado e mais competitivo. Confira o vídeo do novo Honda City 2018

Entretanto, apesar do visual sofisticado, a picape se baseia na versão LT, por isso, bancos revestido de couro, ar condicionado digital, comandos de som no volante e MyLink 2 com GPS integrado não fazem parte da S10 Midnight. Nem itens de segurança, como alerta de colisão e faixa são disponíveis.

Que horas são?

Chevrolet S10 Midnight vem com detalhes escurecidos, inclusive o logotipo da marca,  pela primeira vez no Brasil
Renato Maia/Falando de Carro
Chevrolet S10 Midnight vem com detalhes escurecidos, inclusive o logotipo da marca, pela primeira vez no Brasil

Porém, o bom motor 2.8, movido a diesel ajuda bem a esquecer alguns detalhes, isso porque rende muito bem. Como dito anteriormente, são 51 kgfm de torque, o que ajuda muito o motorista a ter potencia suficiente na estrada para ultrapassagens e carregar bastante carga. Outro ponto que ajuda muito o motorista, é o fato da direção ser elétrica, ajudando ainda mais o motorista em manobras. Entretanto, a ausência de sensor dianteiro e câmera de ré, dificulta um pouco, ainda mais pelo tamanho das picapes ultimamente.

LEIA MAIS: Mitsubishi L200 Triton Sport chega com detalhes pontuais

Entre prós e contras,  a dinâmica da picape acaba tendo um saldo positivo. A S10 passou por um acerto de suspensão na linha 2017 e, em 2018, teve outro ajuste no câmbio, melhorando as trocas e vibrações.  Sabe-se que em toda picape é preciso ter atenção em curvas, principalmente por conta da altura. Na S10 não é diferente, o que acaba aumentando as chances de capotamento se não houver certa cautela ao volante. 

Hoje a Chevrolet S10 Midnight tem como concorrente direto a nova Toyota Hilux Challenge, principalmente pela faixa de preço. Enquanto a picape da marca japonesa custa cerca de R$ 161 mil, a caminhonete da GM tem um preço um pouco mais alto, cerca de R$ 166 mil.

Até o fim do ano a Renault vai lançar a Alaskan, baseada na Nissan Frontier e na Mercedes-Benz Classe X, qie deverá estar no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, entre 8 e 18 de novembro. Com isso, o segmento de picapes médias passa a ter novidades e ganha força antes de começarem a chegar novos modelos intermediários, entre os leves e médios, como a Chevrolet S10 Midnight .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.