Tamanho do texto

Veja quais foram os verdadeiros campeões das 12 categorias propostas para o mercado brasileiro

Onze milímetros. Ou 1,1 centímetro. Essa é a diferença entre o Ford Ka e o Chevrolet Onix. Isso poderia ser suficiente para colocá-los em categorias diferentes? Talvez. Mas jamais da forma como está colocado na Fenabrave. Segundo o ranking de vendas que representa os distribuidores de veículos, o Ka é concorrente direto de carros como o VW Gol e Up, Renault Kwid, Fiat Mobi, Toyota Etios e até o Chery QQ. Porém, o Ka é MAIOR que o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20, que estão colocados numa categoria superior. Talvez seja herança de um tempo em que o Ka era um subcompacto de duas portas que não vendia nada. Mas o Ka mudou, cresceu, virou outro carro e ganhou mercado. Por apenas 2.221 unidades, não se tornou o segundo carro mais vendido do ano passado. Ficou em terceiro, atrás do HB20 (vice) e do Onix (tetracampeão).

LEIA MAIS: Onix fatura mais de R$ 10 bilhões para a Chevrolet do Brasil

Por causa disso, vou esquecer o ranking de vendas da Fenabrave no balanço de carros campeões que sempre faço aqui na coluna. Ele está desatualizado e tem pouca serventia quando se trata da divisão dos carros por categorias. Para se ter uma ideia, existem duas categorias de peruas que somam apenas cinco carros (!) e vendem pouco mais de 9 mil unidades/ano. Mas só existe uma categoria de SUV, que reúne mais de 40 modelos e com vendas acima de 512 mil unidades/ano. Por isso, a coluna República do Automóvel passa a considerar somente o ranking geral da Fenabrave e faz o seu próprio ranking de campeões. As categorias foram montadas de forma mais coerente com o atual momento do mercado.

Para agrupar todos os tipos de carro e refletir a realidade do mercado, tomamos o ranking da Fenabrave como base, mas fizemos fusões em alguns casos e desmembramentos em outros. As 12 categorias propostas pela República do Automóvel são: Subcompacto, Hatch Compacto, Sedã Compacto, Carro Médio, Sedã Premium, Carro Familiar, Carro Esportivo, SUV Compacto, SUV Médio, SUV Grande, Picape Monobloco e Picape com Chassi. Vamos aos campeões e às justificativas.

Subcompacto

Volkswagen Gol liderou a categoria dos subcompactos no ranking de vendas
Divulgação
Volkswagen Gol liderou a categoria dos subcompactos no ranking de vendas

Campeão: VW Gol (77.612 vendas). Vice: Renault Kwid (67.320). Terceiro: Fiat Mobi (49.491). Justificativa: o nome “Veículos de Entrada” não tem o menor sentido quando o carro que seria o campeão dessa categoria ( Ford Ka ) parte de um valor mais alto do que o carro campeão na categoria superior (Chevrolet Onix). Além disso, o Up não é o carro de entrada da Volkswagen, e sim o Gol, que tem menos de 3,90 metros e, portanto, está mais próximo dos demais carros da categoria do que o Ka (3,94 metros).

LEIA MAIS: Um roteiro de 2.600 km no Chile com o Nissan X-Trail - parte 1

Hatch Compacto

No ranking de vendas absoluto de 2018, o Chevrolet Onix foi o grande destaque
Divulgação
No ranking de vendas absoluto de 2018, o Chevrolet Onix foi o grande destaque

Campeão: Chevrolet Onix (210.458 vendas). Vice: Hyundai HB20 (105.506). Terceiro: Ford Ka (103.285 vendas). Justificativa: o que a Fenabrave chama de “Hatch Pequenos” (assim mesmo, com erro de português) deveria chamar de Hatch Compacto. Para a Fenabrave, não existem “hatches compactos” no Brasil. Dos pequenos já se pula para os médios.  Faria sentido se a palavra “compacto” não fosse usada nos sedãs, mas é.

Sedã Compacto

Assim como o hatch, o Chevrolet Prisma também se deu bem no ranking de vendas
Divulgação
Assim como o hatch, o Chevrolet Prisma também se deu bem no ranking de vendas

Campeão: Chevrolet Prisma (71.735 vendas). Vice: VW Virtus (41.634). Terceiro: Ford Ka Sedan (39.027). Justificativa: se o Onix, o Polo e o Yaris estão na mesma categoria de hatches, por que suas variações de três volumes (Prisma, Virtus e Yaris Sedã) têm que aparecer em categorias diferentes? Além disso, apesar da diferença de tamanho, não justifica ter uma categoria para apenas quatro carros (Virtus, Chevrolet Cobalt, Honda City e Yaris Sedã). Carros como VW Voyage, Hyundai HB20S, Fiat Cronos e Toyota Yaris também concorrem nesse mercado. No total, essa super-categoria movimenta mais de 387 mil carros.

Carro Médio

O ranking de vendas traz o Toyota Corolla, vendendo mais que o dobro do Honda Civic
Renato Maia/Falando de Carros
O ranking de vendas traz o Toyota Corolla, vendendo mais que o dobro do Honda Civic

Campeão: Toyota Corolla (59.062 vendas). Vice: Honda Civic (25.942). Terceiro: Chevrolet Cruze (25.363). Justificativa: somamos as vendas dos hatches e sedãs médios e juntamos numa única categoria. Assim, por muito pouco o Cruze não roubou o vice-campeonato do Civic. Separá-los por que se essa categoria está indo à míngua? A única diferença entre esses carros é que o sedã oferece um porta-malas maior. Além disso, separadamente, os hatches médios venderam pouco mais de 13 mil unidades. O terceiro colocado (Ford Focus) sairá do mercado este ano. Juntos, VW Golf/Jetta somaram 7.473 vendas, o que os colocaram em quarto lugar, à frente do Ford Focus (7.189, somando hatch e sedã).

Sedã Premium

O Mercedes-Benz Classe C liderou a categoria dos sedãs premium no ranking de vendas de 2018
Divulgação
O Mercedes-Benz Classe C liderou a categoria dos sedãs premium no ranking de vendas de 2018

Campeão: Mercedes Classe C (6.250 vendas). Vice: BMW Série 3 (3.321). Terceiro: VW Passat (1.474). Justificativa: Outro descuido da Fenabrave é separar o Mercedes Classe C em categorias diferentes, além de desmembrar o carro por motorização. O mesmo é feito com o BMW Série 3. Portanto, ao contrário do que informa o ranking dos distribuidores, o sedã premium mais vendido não é o BMW 320 e sim o Mercedes Classe C, juntando todas as vendas.

Carro Familiar

O ranking de vendas dos carros familiares conta com o Honda Fit como destaque
Divulgação
O ranking de vendas dos carros familiares conta com o Honda Fit como destaque

Campeão: Honda Fit (27.359 vendas). Vice: Chevrolet Spin (25.192). Terceiro: VW Space Fox (5.573). Justificativa: como dissemos acima, não faz o menor sentido ter duas categorias para peruas e duas para monovolumes no mercado atual, pela falta de competição, devido aos poucos modelos, e pelas vendas ínfimas. Juntando tudo numa categoria Familiar, o nome mais adequado que nos ocorreu, o Spin deve se conformar em ser o vice do Fit.

Carro Esportivo

O Mustang chegou com os dois pés na porta entre os esportivos do ranking de vendas
Caue Lira/iG
O Mustang chegou com os dois pés na porta entre os esportivos do ranking de vendas

Campeão: Ford Mustang (988 vendas). Vice: Porsche 718 (265). Terceiro: Porsche 911 (192). Justificativa: se o Chevrolet Camaro, outrora imbatível nessa categoria, contabiliza as vendas das versões cupê e cabriolet, por que separar as vendas do Porsche 718 em Boxster (conversível) e Cayman (cupê). Para ter coerência, juntamos e assim o 718 tirou o vice-campeonato de seu famosíssimo irão 911 Carrera. As vendas dessa categoria são pequenas, mas os carros esportivos continuam tendo enorme importância para os fabricantes.

SUV Compacto

Hyundai Creta superou o Honda HR-V no ranking de vendas, garantindo o título de destaque
Divulgação
Hyundai Creta superou o Honda HR-V no ranking de vendas, garantindo o título de destaque

Campeão: Hyundai Creta (48.976 vendas). Vice:  Honda HR-V (47.959), Terceiro: Jeep Renegade (46.344). Justificativa: por ser a categoria que mais cresce e por dominar comercializar mais de meio milhão de carros/ano (24,4% do mercado), os SUVs já merecem ser desmembrados. Além disso, na esteira do Tiggo 2, logo vão estrear outros SUVs ainda menores no mercado, como o VW T-Cross. Inicialmente, podem ser agrupados como SUVs compactos. Digno de nota foi o desempenho do Creta, que só perdeu para o Jeep Compass no geral. E o Renegade terminou o ano atrás do HR-V, que foi o SUV mais desejado do país por uns três anos.

SUV Médio

O Jeep Compass é absoluto na categoria dos SUVs médios no ranking de vendas da Fenabrave
Divulgação
O Jeep Compass é absoluto na categoria dos SUVs médios no ranking de vendas da Fenabrave

Campeão: Jeep Compass (60.284 vendas). Vice: Hyundai ix35 (8.525). Terceiro: VW Tiguan (5.771). Justificativa: a impressionante diferença entre o Compass e o segundo colocado (quase 43 mil carros) mostra como as marcas dormiram de touca nesse segmento. A FCA foi mais esperta e colhe os louros do sucesso do Compass. Para se ter uma ideia, o vice-campeão é o ix35, um carro de geração anterior, pois o novo Tucson é a sua geração atual.

LEIA MAIS: Onix e Ka são concorrentes. Menos para a Fenabrave. Entenda!

SUV Grande

Com a nova versão SW4 Diamond, a Toyota leva a categoria dos SUVs grandes no ranking de vendas
Divulgação/Toyota
Com a nova versão SW4 Diamond, a Toyota leva a categoria dos SUVs grandes no ranking de vendas

Campeão: Toyota SW4 (13.481 vendas). Vice: Chevrolet Trailblazer (3.853). Terceiro: Land Rover Discovery (3.788). Justificativa: separando os SUVs, temos clara visão da dificuldade que os importadores tiveram com o programa Inovar-Auto. Assim, dois “dinossauros” do segmento, o SW4 e o Trailblazer, ambos com a ultrapassada fórmula da carroceria sobre chassi para os utilitários esportivos, conseguiram dominar o nicho. O Discovery é o primeiro carro moderno a aparecer no ranking.

Picape Monobloco

Mesmo com tanto tempo de mercado, o destaque do ranking de vendas entre as picapes é a Strada
Divulgação
Mesmo com tanto tempo de mercado, o destaque do ranking de vendas entre as picapes é a Strada

Campeã: Fiat Strada (67.182 vendas). Vice: Fiat Toro (58.477). Terceiro: VW Saveiro (45.877). Justificativa: enquanto não houver modelos que justifiquem uma categoria própria, a Fiat Toro e a Renault Oroch devem ficar junto com as picapes pequenas. Na Fenabrave, elas são consideradas “grandes” e estão junto com as médias de carroceria sobre chassi. É mais coerente deixar a Toro e a Oroch junto com as picapinhas derivadas, pois também são derivadas (do Renegade e do Duster, respectivamente). A Fiat dominou fazendo barba e cabelo. E a Strada manteve o trono.

Picape com Chassi

Toyota Hilux garante mais um ano de liderança no ranking de vendas das picapes médias
Divulgação
Toyota Hilux garante mais um ano de liderança no ranking de vendas das picapes médias

Campeã: Toyota Hilux (39.278 vendas). Chevrolet S10 (31.761). Terceira: Ford Ranger (20.552). Justificativa: elas são chamadas de “grandes” na Fenabrave, mas na verdade são médias. Grandes são a Ford F-150 ou 250 e a RAM 1500 ou 2500 (única à venda no Brasil). Portanto, é mais claro chamá-las de picapes com chassi, pois ainda usam a mesma fórmula construtiva dos caminhões. Nesse quesito, a Toyota Hilux foi a campeã no ranking de vendas , superando sua eterna rival S10, da Chevrolet.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.