Tamanho do texto

Com um SUV muito competitivo, a única montadora com 50% de capital brasileiro dá o primeiro passo para ser grande

Tiggo7 TXS: com seu novo SUV médio, a Caoa Chery já tem um rival de peso para o Jeep Compass,  em termos de qualidade
Sergio Quintanilha/República do Automóvel
Tiggo7 TXS: com seu novo SUV médio, a Caoa Chery já tem um rival de peso para o Jeep Compass, em termos de qualidade

O Tiggo7 pede passagem no reino dos SUVs, como terceiro modelo da Caoa Chery nesse segmento. O Tiggo2 foi só o aperitivo. Bonito e acessível, foi o carro que colocou a marca chinesa Chery no jogo do mercado, agora com a assinatura Caoa dando uma base sólida para os clientes.

LEIA MAIS:  Chery lança Tiggo 7, em duas versões, para brigar com Jeep Compass e outros

O Tiggo2, entretanto, ainda usa a plataforma do compacto Celer e não chega a empolgar em seu comportamento dinâmico. Como carro de mercado é uma boa compra, devido ao seu custo/benefício. Antes do Tiggo 7 veio o Tiggo5x, este sim feito sobre uma plataforma moderna e com apelo de aventura, para concorrer diretamente com os SUVs compactos do mercado.

O Tiggo7, entretanto, apresentado na versão TXS, topo de linha, mostra que a Caoa Chery está pronta para crescer. O carro usa uma plataforma moderna e surpreende em todos os sentidos. Tem suspensão independente nas quatro rodas, freios a disco também na traseira, um acabamento de couro caprichado, espaço interno honesto, motor turbo de 1,5 litro e, acima de tudo, um visual impecável.

Tiggo5x: menor que o Tiggo 7, modelo mais “aventureiro” dos SUVs da Caoa Chery estreou a nova plataforma chinesa e significou um avanço em qualidade.
Cauê Lira/iG Carros
Tiggo5x: menor que o Tiggo 7, modelo mais “aventureiro” dos SUVs da Caoa Chery estreou a nova plataforma chinesa e significou um avanço em qualidade.

No mundo dos carros, beleza se põe à mesa, sim. Não há politicamente correto quando se trata de dizer se um carro é bonito ou feio. E o Tiggo7 é bonito. Por suas qualidades construtivas, o Tiggo7 pode ser considerado um marco para a Caoa Chery, pois sinaliza o desejo da montadora que tem duas fábricas (Anápolis e Jacareí) de ser grande. Ainda este ano, a Caoa Chery pode terminar em 11º lugar no ranking geral de vendas. Não é pouco.



LEIA MAIS: Hyundai Tucson sai de linha com a chegada do Chery Tiggo 5X

Na guerra dos equipamentos, todos os carros chineses costumam ser competitivos. E os da
Caoa (sejam Chery ou Hyundai) mais ainda. Porém, muitos equipamentos são pouco utilizados pelos motoristas no dia-a-dia. As pessoas gostam de saber (ou dizer) que o carro tem isso ou aquilo, mas nem sempre utilizam.

Tiggo 7 x Compass

Chery Tiggo 7 tem interior caprichado e bem  equipado para brigar com Jeep Compass e companhia
Divulgação
Chery Tiggo 7 tem interior caprichado e bem equipado para brigar com Jeep Compass e companhia

Por isso, o que realmente diferencia o Caoa Chery Tiggo7, além dos atributos já citados acima, é a sua parte mecânica. Para dar uma ideia, com um motor pequeno, o Tiggo7 turbo flex consegue brigar em desempenho com o Jeep Compass 2.0a gasolina. O Tiggo7 1.5 T (R$ 106.990) compete em preço com o Compass Sport 2.0 (R$ 111.990) e o Tiggo7 TXS (R$ 116.990) briga com o Compass Longitude (R$ 127.990).

A relação peso/potência do Tiggo é apenas 0,2 kg/cv menor, mas a relação peso/torque do Tiggo é bem melhor: 6,8 kg/Nm contra 7,6 kg/Nm. Na prática, o Tiggo7 é mais ágil no trânsito. Por isso, na briga do consumo, o Tiggo7 também leva vantagem na cidade: faz 9,7 km/l de gasolina contra8,8 km/l do Compass. Na estrada eles são iguais: 10,9 km/l para o Tiggo e 10,8 km/l para o Compass.

Mas tais números e esse comparativo superficial (mostrado aqui somente para mostrar que o
lançamento é competitivo) não farão do Tiggo7 um campeão de vendas. Enquanto o Compass
deverá vender 60 mil unidades este ano, o Tiggo7 não passará de 6 mil, se chegar a isso. Ou
seja: apenas 10% do volume do líder do segmento.

LEIA MAIS: Tiggo 2, 4 e 7 mostram que o rei dos SUVs ataca novamente

A Jeep, porém, é uma marca consolidada. Assim como o Compass e o Renegade, juntos, fizeram da Jeep a marca líder em SUVs, a chegada do Tiggo7 reforçará a estratégia da Caoa Chery, iniciada com o Tiggo2 e continuada com o Tiggo5x, para ocupar um naco importante do mercado brasileiro. A gama dos SUVs chineses fabricados em Anápolis estará completa quando chegar o Tiggo8, ainda este ano.