Tamanho do texto

O hatch compacto da GM é apenas o 68º colocado no ranking global. A melhor posição é do Volkswagen Polo, que alcança o 10º lugar

Chevrolet arrow-options
Divulgação
Chevrolet Onix: líder no Brasil, apenas 68º no mundo, mas deve crescer em 2020.

O Chevrolet Onix já garantiu por antecipação seu pentacampeonato como carro mais vendido no Brasil. Porém, se o carro é um sucesso em termos regionais (América do Sul), o mesmo não se pode dizer quando ele é visto sob um panorama global. Nesse ranking, o Onix ocupa uma discretíssima 68ª posição.

LEIA MAIS: Chevrolet Onix e Jeep Renegade vão decidir a sorte da GM e da FCA

Segundo a consultoria Focus2Move , que faz a contagem das vendas globais unificando as carrocerias, ou seja, hatch, sedã e perua contam como o mesmo modelo, o Chevrolet Onix perde para quatro rivais diretos do mercado brasileiro: Volkswagen Polo, Toyota Yaris, Peugeot 208 e Citroën C3.

VW Polo arrow-options
Divulgação
Volkswagen Polo: a melhor colocação no ranking global, entre os top 10 carros do mundo.

Embora seja líder disparado no Brasil, com o dobro de vendas de seus mais próximos seguidores (Hyundai HB20 e Ford Ka), o Chevrolet Onix é apenas o 68º colocado no ranking de vendas globais devido à estratégia da montadora. O Onix é um carro feito para os chamados mercados emergentes. Já os demais carros citados são projetos globais, embora o Yaris tenha uma configuração para os tais mercados emergentes e os franceses 208 e C3 estejam bem defasados no Brasil.

LEIA MAIS: Por que o Chevrolet Onix Plus agradou tanto?

Mas não é o caso, por exemplo, do VW Polo , que tem no Brasil a mesma configuração técnica dos países com economia mais avançada. Por isso, o Polo aparece numa ótima 10ª posição no ranking global, com quase 370 mil vendas de janeiro a julho deste ano.

Toyota arrow-options
Divulgação
Toyota Yaris: bem colocado entre os 20 primeiros, mas o modelo brasileiro é diferente.

Vale ressaltar que o ranking global tem atualização mais lenta, pois não é fácil reunir os dados de vendas de todos os países. Portanto, na soma das vendas até julho, o Chevrolet Onix e seus rivais diretos no Brasil estão com os seguintes números (entre parêntesis, a diferença para o mesmo período do ano passado):

10º - Volkswagen Polo - 367.309 vendas (-16,8%)

19º - Toyota Yaris - 260.711 vendas (+9,3%)

23º-  Renault Clio -  238.310 vendas (-4,1%)  

34º - Ford Fiesta - 206.255 vendas (-11,8%)

53º - Peugeot 208 - 172.203 vendas (-7,6%)

63º - Citroën C3 - 161.598 vendas (+0,6%)

68º - Chevrolet Onix - 156.706 vendas (+16,5%)

Chevrolet Onix arrow-options
Divulgação
Desempenho deverá sorrir para o lado da GM com a maturação da nova geração no mercado

Para a GM, isso não faz muita diferença, pois certamente o Chevrolet Onix é mais lucrativo com essa estratégia. Além disso, considerando que o carro foi totalmente renovado na segunda geração, que acaba de chegar ao mercado, o Onix diminuiu bastante a diferença tecnológica que tinha em relação a outros carros globais.

LEIA MAIS: Novo Toyota Corolla provoca exame de consciência no consumidor

De qualquer forma, o Onix ainda está melhor do que seus principais rivais no Brasil, o HB20 e o Ford Ka , que nem aparecem na lista dos 100 carros mais vendidos do mundo. Bem, o Hyundai i20 está em 84º lugar, com 138.914 vendas (-12,1%), o que já é um parâmetro, pois é a versão global do HB20 brasileiro.

Porém, com a nova geração (desenvolvida em conjunto com a China), o Chevrolet Onix também passa a ser vendido no mercado asiático. Isso certamente vai impactar nas vendas globais do carro, que deve subir bastante no ranking global em 2020. Um detalhe para observarmos na próxima temporada.