Tiggo 5X
Divulgação
Facelift do Tiggo 5X deve estrear ainda no primeiro semestre de 2020

A Caoa Chery foi a marca que mais cresceu no mercado brasileiro em 2019. Ela passou de 8.640 carros vendidos em 2018 para mais de 20 mil este ano. Um crescimento de 280%. Mas a montadora prevê voos ainda maiores. Em busca da 11ª posição consolidada no ranking brasileiro, a Caoa Chery projeta mais de 30 mil veículos vendidos em 2020 e tem como meta incríveis 50 mil carros vendidos.

LEIA MAIS: Líder no Brasil, Chevrolet Onix ainda perde para seis rivais no mundo

O objetivo foi revelado pelos principais executivos da Caoa Chery, durante um evento de fim de ano realizado em São Paulo. Para chegar lá, segundo o chairman da marca, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, a Caoa Chery lançará seis novos produtos em 2020. Ele não disse quais, mas já se sabe que será o Tiggo 8 (SUV de sete lugares), o Arrizo 6 (sedã) e os facelifts do Tiggo 5x e do Tiggo 7. Esses dois devem estrear ainda no primeiro trimestre.

Não há informações sobre quais serão os outros dois carros, mas podemos apostar, por exemplo, numa versão especial do Tiggo 5x, baseada na série Hero, mostrada na China.

5X
Divulgação
Tiggo 5X Hero, mostrado recentemente na China, poderá vir ao mercado brasileiro

Obcecado por qualidade, Doutor Caoa (como é chamado o sócio brasileiro Carlos Alberto Oliveira Andrade) quer melhorar ainda mais os produtos fabricados em Anápolis (GO) e Jacareí (SP). É possível que o Tiggo 5x ganhe mais potência (passando de 150 para 157 cv) e até suspensão traseira independente (como o Tiggo 5x Hero chinês). Uma coisa é certa: o Tiggo 8 terá um motor 1.6 turboflex de 200 cv de potência. Será o primeiro motor de 1,6 litro com injeção direta do país. O câmbio será automatizado de dupla embreagem com seis marchas.

LEIA MAIS: Onix e Renegade vão decidir a sorte da GM e FCA

Para além dos novos carros, a Caoa Chery pretende aumentar a rede de concessionárias de 115 para 142 lojas até o final de 2020. Segundo Marcio Alfonso, CEO da Caoa Chery, a marca já detém 1,35% de participação nas vendas de varejo. Referindo-se ao parceiro chinês, Alfonso disse: “A Chery tem produto, tem tecnologia e a todo instante podemos trazer esses veículos da China para o Brasil”. Uma das possibilidades é a fabricação do Arrizo 5e (100% elétrico) em Jacareí, mas não para já. A Caoa Chery também estuda lançar no Brasil uma picape monobloco para concorrer com a Fiat Toro e a Renault Oroch. 

Arrizo 6
Divulgação
Arrizo 6 virá ao Brasil para concorrer com Corolla, Jetta e Civic

“Tenho um sonho de que no futuro o Brasil tenha uma marca de carros com qualidade internacional”, comentou Dr. Caoa. Não é para menos. Seu grupo hoje é uma força na indústria automobilística. Além da sociedade com a Chery, o Grupo Caoa é o maior distribuidor Ford do Brasil (10 concessionárias) e o maior distribuidor Hyundai do mundo (69 lojas Hyundai Caoa e 44 Hyundai Brasil). O grupo também conta com seis revendas da Subaru.

LEIA MAIS: Carro tem gênero. E ele é masculino

De olho no futuro da mobilidade, foi anunciada também a criação da Caoa Rent-A-Car, empresa que fará locação de veículos de todas as marcas do grupo. Inicialmente, os carros serão alugados somente para pessoas físicas, em prazos que vão de 12 a 36 meses. Posteriormente, a Caoa Rent-A-Car também entrará na guerra do varejo na locação, assim como estudar entrar em breve nas vendas para o público PcD.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários