Tamanho do texto

Virtus parte de R$ 76.763, chegando aos R$ 82.040 na versão mais cara

VW Polo Beats: de acordo com a marca, nova versão mira o público jovem e entusiasta em tecnologia
Divulgação
VW Polo Beats: de acordo com a marca, nova versão mira o público jovem e entusiasta em tecnologia

Em mais um passo da ofensiva que compreende o lançamento de vinte novos produtos até 2020, o VW Polo Beats, bem como o seu irmão Virtus, já está chegando às concessionárias da marca. A partir de agora, a linha Polo e Virtus passa a contar com sistema de som premium que também marca presença no Jeep Compass.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que bebem muito e andam pouco

O novo pacote custará R$ 2.872 no VW Polo Beats Comfortline, e R$ 2.278 no modelo Highline. Para o Virtus, os preços ficam na casa dos R$ 2.083 no modelo Comfortline e R$ 2.050 no Highline. O sistema de som, desenvolvido em conjunto com engenheiros da Beats, conta com 300 watts de potência e amplificador digital de 8 canais.

As mudanças não são restritas ao sistema de som. Ambos os carros terão itens exclusivos por dentro e por fora para diferenciar a linha Beats dos modelos Comfortline e Highline. O Polo traz o logotipo alusivo à versão nos para-lamas dianteiros. Retrovisores são pintados em vermelho tornado, independentemente da cor da carroceria. A parte plástica do painel também recebe cor vermelha, assim como as costuras dos bancos e acabamento dos tapetes dianteiros. A soleira das portas integra o nome da versão, dando um caráter mais exclusivo.

LEIA MAIS: Veja 5 carros seminovos de luxo por até R$ 60 mil

Vale lembrar que ambos os modelos são equipados exclusivamente com motor 1.0 TSI que desenvolve 128 cv, e transmissão automática de seis marchas. A linha Beats está disponível em quatro cores de carroceria: Prata Sirius, Cinza Platinum, Branco Cristal e Preto Ninja.

Versões esportivas

VW Polo GTI: a nossa versão GTS beberá das mesmas fontes do esportivo europeu no design
Divulgação
VW Polo GTI: a nossa versão GTS beberá das mesmas fontes do esportivo europeu no design

De olho nos clientes potenciais do Sandero R.S, a Volkswagen está preparando uma linha esportiva para a dupla Polo e Virtus. Neste caso, as versões irão atender pelo nome GTS, que foi aposentado em 1993 com o Gol. No lugar do motor 1.0, teremos o 1.4 TSI de 150 cv que equipa o VW Golf.

Ainda não é possível dizer se a linha GTS de Polo e Virtus terá câmbio automático Tiptronic ou manual. O rival da Renault Sport é dispensa o câmbio automático, sendo vendido exclusivamente com o terceiro pedal. O Argo HGT, por outro lado, pode ser encontrado tanto na versão automática quanto manual, sempre com motor 1.8 e-Torq. Mesmo que o lançamento dos novos Polo e Virtus GTS ainda esteja repleto de segredos, você já pode marcar uma data no calendário para conhecê-los. Eles serão algumas das atrações da Volkswagen durante o Salão do Automóvel de São Paulo, entre os dias 8 e 18 de novembro.

A Estrela do Salão

Volkswagen T-Cross estará no Salão do Automóvel, ao lado de VW Polo Beats, GTS, Novo Jetta e Touareg
Divulgação
Volkswagen T-Cross estará no Salão do Automóvel, ao lado de VW Polo Beats, GTS, Novo Jetta e Touareg

Apesar da apresentação de Polo e Virtus GTS marcar o retorno da Volkswagen ao mundo dos “esportivos de bolso”, um modelo maior e encorpado promete roubar a cena no Salão do Automóvel. O VW T-Cross é o sonho antigo da montadora alemã que está prestes a se tornar realidade. Fabricado em São José dos Pinhais (PR), chegará às concessionárias no início de 2019 para rivalizar com os competentes Hyundai Creta, Jeep Renegade, Honda HR-V e Nissan Kicks.

LEIA MAIS: Conheça os 5 sedãs compactos automáticos mais econômicos

Em seu pacote de motores, o T-Cross contará com a mesma gama do VW Polo. O SUV será equipado com o 1.6 MSI, de 120 cv, bem como o 1.0 TSI de 128 cv e 1.4 TSI de 150 cv, para a versão mais sofisticada, quando tiver apenas etanol no tanque. Outros dois modelos que farão companhia ao T-Cross no estande da marca alemã, além dos novos VW Polo Beats e GTS, serão os importados Touareg e Novo Jetta. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.