Tamanho do texto

Estes são os campeões quando o quesito é gastar pouco combustível. Confira

Durante a coletiva de lançamento da nova linha Gol e Voyage foi dito que modelos automáticos corresponderão a 60% das vendas nacionais em 2020. Este é um dos motivos que justifica a integração do novo câmbio na dupla. Por conta disso, a reportagem do iG Carros lista os cinco sedãs compactos automáticos mais econômicos disponíveis no mercado em 2018. 

LEIA MAIS: Conheça 5 tecnologias que vão mudar o futuro dos carros

5 - Nissan Versa 1.6 SV CVT - média de 12,8 km/l com gasolina

O Nissan Versa CVT sofre na mão dos rivais, ainda que se destaque entre os sedãs compactos automáticos pelo bom espaço
Divulgação
O Nissan Versa CVT sofre na mão dos rivais, ainda que se destaque entre os sedãs compactos automáticos pelo bom espaço

Mesmo com o lançamento do Ford Ka Sedan, o Nissan Versa continua sendo o quinto entre os sedãs compactos automáticos mais econômicos do Brasil. De acordo com os dados divulgados pelo Inmetro, o modelo é capaz de aferir 7,8 km/l na cidade e 10 km/l na estrada com etanol, bem como 11,6 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

LEIA MAIS: Jaguar F-Type P300 mostra equilíbrio no Autódromo de Interlagos

Com motor 1.6, o Versa entrega 111 cv de potência e 15,1 kgfm de torque. Com relações de marcha continuamente variáveis, acelera de 0 a 100 km/h em 11,6 segundos, de acordo com a fabricante. Uma das coisas que mais gostamos no Versa é o amplo espaço interno. De fato, o modelo sofre com a presença de modelos mais sofisticados como City, Yaris e Virtus, mas não deixa de ser uma boa compra. Ainda mais considerando os R$ 60.990 que a Nissan pede na versão.

4 - VW Virtus 1.0 Comfortline - média de 12,9 km/l com gasolina

O Volkswagen Virtus é um dos sedãs compactos automáticos mais confortáveis e ágeis disponíveis no mercado
Divulgação
O Volkswagen Virtus é um dos sedãs compactos automáticos mais confortáveis e ágeis disponíveis no mercado

O consumo do Virtus consegue ser um pouco melhor que o do Versa, ainda que a diferença seja quase irrelevante para o bolso. Conforme o Inmetro, o sedã da Volkswagen faz 7,8 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada com etanol. Com gasolina, o modelo pode aferir 11,2 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada.

LEIA MAIS: Ainda vale a pena ter carro no Brasil?

O motor 1.0 turbo, de apenas três cilindros, é capaz de render 128 cv e bons 20,4 kgfm de torque a meros 2.000 rpm. Seu câmbio automático, de seis marchas, é um dos responsáveis pelo sucesso do Virtus Comfortline. Além disso, há uma boa central multimídia que pode vir até mesmo com cluster totalmente digital na versão Highline. Parte de R$ 74.680.

3 - Honda City EX 1.5 CVT - média de 13,4 km/l com gasolina

O Honda City EX garante bom consumo de combustível, levando a medalha de bronze entre os sedãs automáticos
Divulgação
O Honda City EX garante bom consumo de combustível, levando a medalha de bronze entre os sedãs automáticos

O City foi renovado recentemente, e a Honda não colocou controle de estabilidade e tração. Mas quem relevar isso terá um dos sedãs mais econômicos do mercado, com a medalha de bronze da lista. Ainda de acordo com o Inmetro, o sedã faz 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol, e bons 12,3 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada com gasolina no tanque.

Seu motor 1.5 também equipa o irmão Honda Fit, e entrega 116 cv de potência e 15,3 kgfm de torque. Conforme a fabricante, o City CVT acelera de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos. O modelo custa R$ 77.990, sendo um preço salgado para um carro que não é o topo de linha.

2 - Toyota Yaris 1.5 XL - média de 13,7 km/l com gasolina

Toyota Yaris Sedan mal chegou ao mercado dos sedãs compactos automáticos, e já ganhou posições de destaque
Divulgação
Toyota Yaris Sedan mal chegou ao mercado dos sedãs compactos automáticos, e já ganhou posições de destaque

O Toyota Yaris parece ter sido pensado para a economia de combustível, tanto que conquistou a medalha de prata em nosso ranking. Ele faz 8,9 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada, quando abastecido com etanol. O consumo melhora na gasolina, onde o Yaris faz 13 km/l na cidade e 14,4 km/l na estrada, de acordo com o Inmetro.

LEIA MAIS: Veja as 5 picapes médias mais em conta vendidas no Brasil

O Yaris Sedan vem sempre com motor de 110 cv  e 14,9 kgfm de torque máximo. O câmbio CVT, que simula de sete marchas, é o mesmo utilizado no irmão maior, o bem-sucedido Corolla. Vale dizer que o Yaris tem controle de estabilidade e tração desde a versão básica, custando R$ 68.690.

1 - Fiat Cronos 1.3 GSR - 13,7 km/l com gasolina

O Fiat Cronos é o destaque entre os sedãs compactos automáticos mais econômicos vendidos no Brasil
Renato Maia/iG
O Fiat Cronos é o destaque entre os sedãs compactos automáticos mais econômicos vendidos no Brasil

Sim, o Cronos é tão econômico quanto o Yaris com gasolina. Por conta disso, nosso critério de desempate foi o consumo médio com etanol, que é melhor no Fiat. Conforme o Inmetro, o Cronos faz 8,8 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada, com etanol. Na gasolina, o modelo pode aferir 12,7 km/l na cidade e bons 14,8 km/l na estrada.

Com motor 1.3, entrega 109 cv de potência e 14,2 kgfm de torque. O Cronos acelera até 100 km/h em 11,5 segundos, conforme os dados divulgados pela fabricante. Ele se destaca pelo bom porta-malas de 525 litros, o maior entre os sedãs compactos automáticos mais econômicos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.