Tamanho do texto

Nova geração do SUV desembarca no País a partir de R$ 423 mil, com motor V6, de 340 cavalos, versão que já aceleramos. Saiba mais detalhes

Porsche Cayenne 2019 com motor V6 é a versão mais em conta da linha e já vem com boa dose de sofisticação
Caue Lire/iG Carros
Porsche Cayenne 2019 com motor V6 é a versão mais em conta da linha e já vem com boa dose de sofisticação

Três SUVs caminham de mãos dadas no mercado brasileiro. Quem preferir uma opção mais discreta, poderá recorrer ao VW Touareg, que chegará no fim do ano. Um degrau acima, surge como possibilidade o luxuoso Audi Q7 e seu arrojado conjunto tecnológico. Mas hoje falaremos do modelo mais luxuoso do trio disponível no Brasil, o novo Porsche Cayenne 2019.

LEIA MAIS: Porsche Cayenne Hybrid é um SUV de luxo capaz de fazer 17,1 km/l na cidade

Cheio de novidades, o Porsche Cayenne 2019 ainda não chega a ser o SUV mais luxuoso do Grupo Volkswagen na categoria. Quem garante essa marca é o endiabrado Lamborghini Urus, que custa quase R$ 2 milhões no Brasil. Mas por muito tempo, o SUV da Porsche foi o detentor deste marco imponente. Junto do irmão menor Macan, a dupla corresponde a 70% das vendas da Porsche no mundo todo.

Dados de mercado apontam que o Cayenne é, atualmente, o terceiro Porsche mais vendido do Brasil. O primeiro colocado é o pequeno Macan, bem como o novo roadster 718 Boxster na segunda colocação. A marca de Stuttgart, entretanto, diz que o Cayenne conquistará a segunda colocação mais uma vez, elevando mais ainda as vendas no Brasil. Em comparação com o primeiro semestre de 2017, o mesmo período de 2018 confere um acréscimo de 30% nas vendas da Porsche por aqui. Neste tempo, o Panamera também se tornou o líder de sua categoria.

Por fora, você pode até não reparar tanto nas mudanças do Cayenne em 2019. O gerente de produto da marca, Leandro Rodrigues, explica que a Porsche adota um design evolucionista, e não revolucionista. “Nós utilizamos os últimos produtos como a base para os próximos”, disse ele, enquanto exibia as silhuetas bem definidas que todas as gerações do Cayenne compartilham entre si. Os mais entendidos sabem que essa é a receita do sucesso do 911 até os dias de hoje.

LEIA MAIS: Porsche mostra nova geração do Cayenne Turbo no Salão de Frankfurt

Para sair da concessionária com a versão mais em conta do Cayenne no Brasil, você terá que desembolsar a bagatela de R$ 423.000. Já o Cayenne S tem preço inicial em R$ 523.000, enquanto o modelo Turbo pode ser adquirido por R$ 733.000. Por ser mais racional para o nosso mercado, a Porsche optou por apresentar o carro em sua versão básica. O modelo que dirigimos vem equipado com motor 3.0 V6, de 340 cv e 45,9 kgfm de torque. Digamos que esta versão não vai arrepiar os pelos da sua nuca, mas trará muita diversão e segurança ao volante.

A dianteira do SUV da Porsche é harmoniosa e conversa bem com o design evolucionista da Porsche. É um desenho bem parecido com o do exagerado Panamera, conferindo um caráter mais conservador, ainda que esportivo. As grandes entradas de ar foram pensadas para garantir melhor fluxo de ar, aprimorando o arrasto e garantindo mais eficiência.

A silhueta ficou 6 centímetros maior em comprimento, comparando com o Cayenne anterior. Com a distância entre-eixos crescendo para 2,89 metros, o SUV da Porsche também parece ter ficado mais longo. Isso também garantiu mais espaço para o porta- malas, que cresce de 670 litros para 770 litros. O habitáculo pode levar quatro adultos e uma criança com muito conforto. Fica difícil imaginar um adulto sentado ao centro do assento traseiro. Ainda que confortável, a altura do túnel atrapalha um pouci a posição dos pés.

Um Porsche Cayenne mais sofisticado

Porsche Cayenne da nova geração ganhou uma traseira com desenho mais moderno e esportivo que a anterior
Divulgação
Porsche Cayenne da nova geração ganhou uma traseira com desenho mais moderno e esportivo que a anterior

Entre os detaques do interior do novo Porsche fica por conta da central multimídia de 12,3 polegadas. Ela foi apresentada e elogiada por nós no Panamera, e faz sua estreia com todos os louvores no Cayenne. Nela, é possível configurar quase todas as funções sobre o veículo, além de mídia, navegação e dados de bordo. São três modos de condução: eficiente, esportivo e individual. Com um toque, é possível mudar o acerto e tocada do Cayenne.

LEIA MAIS: Porsche Panamera Turbo: aceleramos o intrépido sedã familiar de 550 cv

Em detalhes, o modo esportivo deixa os giros mais intensos (cerca de 250 rpms), assim como a relação entre as oito marchas que ficam mais longas. Pisando fundo, o SUV vai de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos, conforme a fabricante. Novamente, não é algo vigoroso ao ponto de grudar as costas do motorista nos bancos revestidos em couro premium, mas garante certa diversão. Talvez seja por conta da suspensão com acerto mais rígido e esportivo. A Porsche optou por suspensão multilink na dianteira, proporcionando mais estabilidade em curvas vigorosas. Lembremos que a suspensão a ar é opcional.

O Porsche Cayenne 2019 amadureceu, e continua exclusivíssimo. Os R$ 423 mil que a marca alemã pede por ele não deixam mentir. Mais maduro, espaçoso e esportivo, o modelo básico entrega o mesmo que o irmão Audi Q7. Apenas detalhes podem definir a sua compra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.