Tamanho do texto

Novidade começa a ser vendida pelo preço sugerido de R$ 47.990 com visual de apelo esportivo. Saiba mais detalhes da série limitada em 3.500 unidades

Renault Sandero GT Line 1.0: versão vem com carcaças dos retrovisores prateadas entre os itens exclusivos
Divulgação
Renault Sandero GT Line 1.0: versão vem com carcaças dos retrovisores prateadas entre os itens exclusivos

É lançado o Renault Sandero GT Line 1.0 como parte da linha 2019 do hatch compacto, pelo preço sugerido que parte de R$ 47.990. O carro vem com alguns detalhes que remetem ao apelo esportivo. Entre os quais, há itens como faróis de neblina, retrovisores elétricos com repetidores na cor Dark Metal, aerofólio traseiro, saias laterais, defletor de ar, difusor de traseiro e grade dianteira.

LEIA MAIS: Renault Sandero 1.6: hatch mostra sua eficiência no dia a dia

A série Renault Sandero GT Line 1.0 será limitada a 3.500 unidades e vai contar com interior diferenciado com manopla do câmbio com detalhe cromado, o volante revestido de couro com a serigrafia GT Line e o teto na cor preta. Além disso, o carro vem com ar-condicionado e sistema multimídia com tela de 7 polegadas com GPS embutido, conexão Bluetooth e entrada USB. São apenas dois opcionais: câmera de ré e rodas de aro 16 polegadas.

Renault Sandero GT Line 1.0 também vem com defletor de ar em cima da tampa do porta-malas, entre outros itens
Divulgação
Renault Sandero GT Line 1.0 também vem com defletor de ar em cima da tampa do porta-malas, entre outros itens

No conjunto mecânico, o Sandero GT Line 1.0 vem com motor SCe, de três cilindros, capaz de gerar 82 cv e 10,5 kgfm de torque a meros 2.000 rpm, que funciona com duplo comando de válvulas, com variador de fase. E no sistema de transmissão, o hatch vem com câmbio manual de cinco marchas e tração dianteira. Trata-se de uma das últimas novidades no modelo antes da reforma no visual e na lista de equipamentos, o que deve acontecer no ano que vem. 

Renault Sandero vai mudar

Depois do Renault Sandero GT Line 1.0, o hatch passará por mudanças mais significativas, a partir do ano que vem
Reprodução/INPI
Depois do Renault Sandero GT Line 1.0, o hatch passará por mudanças mais significativas, a partir do ano que vem


A Renault já prepara novidades não apenas para o Sandero, mas para o Logan .  Ambos vão passar por uma reforma no desenho, no ano que vem.  No caso do hatch, a traseira receberá lanternas diferentes das que foram adotadas em outros mercados, como pode ser visto pela imagem acima que apareceu no site do INPI (Instituto da Propriedade Industrial). As novas lanternas serão maiores que as atuais e invadirão parte da tampa do porta-malas. 

LEIA MAIS: Renault Sandero1.0 SCe:  hatch compacto evolui com novo motor

Porém, na traseira, as novas lanternas serão a principal mudança, uma vez que o para-choque permanece com o mesmo formato do hatch atual. Além disso, a frente vai passar a ter LED nos faróis, item que será obrigatório em todos os carros feitos no Brasil a partir de 2021 ou antes disso, uma vez que na Argentina (onde o carro também é vendido) estão antecipando a obrigatoriedade.

Os retoques no desenho do Sandero não serão as únicas novidades do modelo, que ficará um pouco mais refinado por dentro. Uma das mudanças será o novo volante, que será multufuncional, com os principais comandos do sistema de som, agora instalados na coluna de direção. Bom também é que o acabamento será um pouco mais caprichado e a central multimídia mais moderna, compatível com Android Auto e Apple Car Play.

No conjunto mecânico, a novidade será a opção do câmbio automático CVT, o mesmo usado pela Nissan e no SUV Duster. Chegará para substituir a caixa automatizada Easy R, que já deixou de ser oferecida pela marca francesa no Brasil. Vai estar disponível em algumas versões, mas não no Renault Sandero GT Line , com apelo esportivo. 

LEIA MAIS:  Fiat Argo HGT enfrenta o rival Renault Sandero RS. Qual vence?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.