Tamanho do texto

Nova versão topo de linha, agora vem com novo motor de 173 cv e uma série de itens exclusivos, mas sai por R$ 139.900. Veja o que achamos do SUV

Honda HR-V Touring branco
Divulgação
Honda HR-V Touring com motor 1.5 turbo pode acelerar de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos, conforme dados da fabricante

Estava mesmo faltando uma versão mais sofisticada, com motor 1.5 turbo, para a linha do Honda HR-V. Com os rivais turbinados batendo na porta, entre os quais  Chevrolet Tracker e Jeep Renegade, eis que a marca japonesa lança uma nova versão do seu SUV compacto.

LEIA MAIS: Honda mostra versão Touring com motor 1.5 turbo do SUV compacto HR-V

Entre as principais novidades do Honda HR-V Touring estão o motor 1.5 turbo, novo acerto de suspensão, acabamento mais refinado, teto solar panorâmico, acendimento automático dos faróis, retrovisores com rebatimento automático, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, grade dianteira pintada de preto brilhante e bancos de couro, por R$ 139.900.

A renovação do Honda HR-V na linha 2020 foi apenas uma entre as inúmeras no segmento dos SUVs, que já representa 25% do mercado. Entretanto, agora a economia de combustível e o desempenho são os maiores destaques da novidade, capaz de fazer 11,5 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada (Inmetro), acelerar até 100 km/h em 8,9 segundos e chegar aos 210 km/h. Isso graças aos seus 173 cv e 22,4 kgfm, que garantem a máxima eficiência sob a gestão do câmbio CVT.

Se houvesse uma espécie de diagrama automotivo para cada segmento, os SUVs seriam mais díspares entre si que hatches ou sedãs, quando se pensa nas características que os fazem atrativos. Isso porque uns são aspirados, outros diesel, outros turbinados; uns maiores, outros menores; uns robustos, outros confortáveis; uns mais rústicos, outros mais sofisticados. E todos com uma faixa de preço compatível. Nesse quesito, como se enquadra o novo HR-V Touring?

LEIA MAIS:  Honda HR-V da linha 2019 encara o rival Nissan Kicks. Qual vence?

Acelerando o Honda HR-V Touring

Painel do Honda HR-V Toiuring
Divulgação
Honda HR-V Turbo tem revestimento de tom claro no interior entre as diferenças em relação às demais versões do SUV

Logo que se entra, nenhuma novidade na parte de ergonomia. A posição de dirigir é  elevada, mas permite uma boa acomodação e sensibilidade do equilíbrio do carro. Graças ao console central,  motorista e passageiro da frente têm os seus espaços bastante definidos, numa atmosfera que remete aos cupês.

Dando uma olhada na central multimídia de 7 polegadas sensível ao toque, com GPS, câmera de ré e câmera auxiliar em mudanças de faixa ( Lanewatch ), nota-se, entretanto, que deixa um pouco a desejar na resolução, na sensibilidade do toque e na intuitividade. Em contrapartida, o carro vem com partida por botão, sensor de chuva e retrovisor fotocrômico, itens que também contribuem para o HR-V ser uma opção bem equipada.

Além disso, o acabamento realmente agrada. Os designers tiveram bom gosto na hora de definir onde o acabamento em imitação de couro seriam posicionados. Com isso, o carro fica com aspecto sofisticado.

Ao volante, dá para notar que, com novo acerto de cargas de amortecedor, molas e da rigidez na barra estabilizadora dianteira, a sensação de robustez no asfalto precário se aprimorou, bem como a responsividade e a sensação de segurança em rodovias em conduções mais arrojadas.

Apesar disso, o maior destaque para uma boa segurança é o novo diferencial com vetorização de torque, que aprimora a capacidade de contornar curvas com um melhor aproveitamento da tração.

LEIA MAIS: Honda começa a produzir o monovolume Fit 2019 em Itirapina (SP)

Detalhe do Honda HR-V Touring
Divulgação
Honda HR-V Turbo tem lanternas fumês e logo turbo também na lista de itens exclusivos

Durante acelerações e retomadas, além de você sentir a força imediata do torque, máximo desde os 1700 rpm, o câmbio CVT segura a rotação nos 5500 rpm (regime de potência é máxima). Com isso, a aceleração se desenvolve constantemente, com um bom fôlego. 

Bom também é que a Honda adotou detalhes refinados no projeto, como controle eletrônico da pressão da turbina de sobrealimentação e sistema de escape todo de aço inox, com duas saídas na traseira, o que ajuda no bom desempenho do carro.

O espaço interno, por sua vez, foi pensado para otimizar as capacidades em função da necessidade. Com origens no primeiro Fit , a versatilidade do HR-V pode ser remanejada tanto para levar pessoas, quanto malas (que perdeu 44 litros por conta do sistema de escape novo), quanto itens que necessitem de altura, ou até um misto entre uma ou outra possibilidade dessas. Tudo isso é feito através dos bancos, que podem ser deitados ou recolhidos, e a configuração do interior se modifica. A seguir, o preço e da ficha técnica do Honda HR-V Touring 2020.

Preço:  R$ 139.900

Motor: 1.5, quatro cilindros, gasolina

Potência: 173 cv a 5.500 rpm

Torque: 22,5 kgfm a  1.700 rpm

Transmissão:  Automático, CVT, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 215/55 R17

Dimensões: 4,29 m (comprimento) / 1,77 m (largura) / 1,59 m (altura), 2,61 m (entre-eixos)

Tanque : 51 litros

Porta-malas: 393 litros

Consumo: 11,5 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada

0 a 100 km/h: 8,9 segundos

Vel. Max: 210 km/h

Outras versões:

Honda HR-V LX - R$ 94.400

Honda HR-V EX - R$ 101.700

Honda HR-V EXL - R$ 111.900

Honda HR-V Touring - R$ 139.900