Tamanho do texto

Sedã mais vendido do Brasil ganha nova plataforma global e o motor híbrido mais limpo do mundo. Confira todas as informações sobre o lançamento

Toyota Corolla arrow-options
Cauê Lira/iG Carros
A marca espera vender 4,5 mil unidades do Toyota Corolla por mês, sendo que 1 mil serão híbridas

O Toyota Corolla é apresentado em sua nova geração, contando com mais tecnologia, sofisticação e o inédito modelo híbrido flex. Fruto do investimento de R$ 1 bilhão na fábrica de Indaiatuba (SP), seus preços partem de R$ 99.990 na versão básica GLI e chegam a R$ 124.990 no modelo Altis.

LEIA MAIS: Por que o Corolla vende bem mais que os rivais no Brasil?

Trata-se do primeiro produto nacional feito sob a nova plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture), que já equipa o irmão de luxo Camry, além do SUV RAV4. De acordo com a marca, a nova base permite que o Toyota Corolla seja ainda mais dinâmico e seguro, com estrutura 60% mais rígida na comparação com o modelo que acaba de sair de linha. A suspensão dianteira ganha nova geometria e a traseira passa a contar com sistema multilink.

Versões e equipamentos

Entre os itens de série, podemos destacar a central multimídia de oito polegadas com conectividade Apple CarPlay e Android Auto, faróis dianteiros com DRL e regulagem de altura, computador de bordo, vidros elétricos com função de um toque e direção eletroassistida. A versão GLi de entrada parte de R$ 99.990.

No pacote XEi (R$ 110.990), carro-chefe nas vendas do sedã no Brasil, o Corolla acrescenta rodas diamantadas aro 17, aletas para trocas de marcha atrás do volante, acabamento em couro preto, ar-condicionado automático, controle de cruzeiro e seleção de modo de condução.

LEIA MAIS: Conheça as 5 melhores centrais multimídia do Brasil

Os dois modelos anteriores são equipados com o novo motor 2.0 Dynamic Force movido a gasolina e etanol. O conjunto mecânico entrega 177 cv de potência e 21,4 kgfm de torque, com transmissão do tipo CVT “planetária” (sem correia e polias) que pode simular 10 velocidades. Para melhorar a entrega de força, o time de engenharia elaborou uma engrenagem mecânica que atua na arrancada do Corolla, melhorando a aceleração em primeira marcha.

A partir da versão topo de linha Altis, a Toyota permite que o cliente escolha entre o motor 2.0 Dynamic Force e o novo 1.8 híbrido flex , que é uma variação do modelo utilizado no Prius. São três motores (um a combustão e dois elétricos) que atuam para entregar até 101 cv quando abastecido com etanol. Ambos partem de R$ 124.990, com faróis e lanternas em LED, ar digital de duas zonas e ajustes elétricos para o banco do motorista.

LEIA MAIS: Honda Civic ganha equipamentos e perde versão manual na linha 2020

O modelo Altis também conta com o Safety Pack, que inclui piloto automático adaptativo, frenagem automática de emergência e alerta de saída de faixa. Há um pacote Premium que eleva o preço do Corolla para R$ 130.900, somando lanternas em LED, ar de duas zonas, teto solar e sensor de chuva.

De acordo com a marca, a expectativa é emplacar 4,5 mil unidades do Toyota Corolla por mês, sendo que 1 mil serão híbridas. A Toyota ainda oferecerá cinco anos de garantia na compra dos modelos 2.0 Dynamic Force, incluindo mais três na versão híbrida Altis.