undefined
Divulgação
Vespa GTS "Six Days" vem com detalhes que relembram os anos 50 com uma pegada esportiva

Com base na Vespa GTS,  a Piaggio lança a série limitada “Six Days” com vários detalhes exclusivos que remetem às versões clássicas do scooter. Começa pela montagem dos faróis em posição mais baixa, em cima dos para-lamas. E continua com os mostradores do painel de instrumentos com fundo branco e com ponteiros avermelhados, também em alusão aos primeiros modelos fabricados pela marca italiana.

LEIA MAIS: Vespa é lançada no Brasil. Produção nacional está prevista para começar em 2018

A lista de equipamentos exclusivos da Vespa "Six Days" também inclui bancos revestidos de couro com costuras que contrastam com o revestimento. Além disso, há uma série de itens ligados ao mundo da competição dos anos 50, como o sistema de escapamento e a pintura com o número que parece estar inserido em um adesivo de formato circular.

Há também uma placa especial com os números de série das unidades da edição limitada e até entrada USB no compartimento de bagagem. O scooter também vem com freios ABS e lanternas com LED no lugar de lâmpadas convencionais. Para quem não ficar satisfeito com o que essa Vespa tem de fábrica pode customizar o scooter com uma longa lista de itens, como para-brisa, bagageiros laterais, dispositivos anti-furto e GPS da Tom Tom para quem curte pegar a estrada em viagens a bordo da Vespa.

LEIA MAIS: Vespa Histórica é lançada no Brasil por R$ 27.930. Serão  mil unidades

Mais detalhes da série “Six Days”

Faz parte do pacote da Vespa GTS “Six Days” a lataria feita de aço inoxidável. Além disso, o motor tem 300 cc de cilindrada, é refrigerado a água, de quatro tempos e gera 21 hp e 2,2 kgfm de torque a 5000 rpm. A partida é elétrica e o sistema de transmissão conta com automático, do tipo CVT e o tanque de combustível leva 8,5 litros de gasolina.

O preço da Vespa GTS “Six Days” ainda não foi divulgado, mas deverá ficar apenas um pouco acima da versão GTS convencional. Entretanto, o scooter terá produção bastante limitada e será vendido, prioritariamente, na Itália.

LEIA MAIS: Vespa mais antiga vai a leilão e poderá ser arrematada por até R$ 600 mil

Ainda não há notícia da chegada dessa série especial da Vespa ao Brasil, onde a marca está sendo vendida oficialmente desde outubro do ano passado, quando começou a vender quatro modelos importados, com previsão de começar a produção nacional em parceria com a Aprilla e Moto Guzzi, a partir de 2018. 

    Veja Também

      Mostrar mais