Tamanho do texto

Novidade é pensada para ser tão esportiva e tradicional como a clássica GSX1100S Katana. Com isso, traz componentes leves e de alto desempenho

Suzuki Katana foi apresentada no ano passado, na Alemanha. Antes do que a gente pensa, deverá estar em circulação
Divulgação
Suzuki Katana foi apresentada no ano passado, na Alemanha. Antes do que a gente pensa, deverá estar em circulação

A Suzuki Katana foi apresentada ao público em outubro do ano passado pela primeira vez, no Salão de Colônia (Intermot, Alemanha), e agora acaba de ser registrada no Brasil. O grande atrativo da novidade é o seu design, que que remete à “mãe”, dos anos 80. Suas patentes — de projeto, design, componentes e outros itens — foram publicadas na revista do INPI, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Conforme o próprio site da Suzuki, "deve dar as caras no país em breve", podendo-se esperar que estará nas ruas ainda este ano.

LEIA MAIS: Moto elétrica traz celulares da Samsung no lugar de retrovisores

Exibindo uma rabeta curta, o design segue esportivo inclusive na traseira do Suzuki Katana de nova geração
Divulgação
Exibindo uma rabeta curta, o design segue esportivo inclusive na traseira do Suzuki Katana de nova geração

Inspirada clássica GSX1100S Katana , a nova geração da motocicleta naked atrai pelo farol quadrado em destaque, com luzes de LED e a traseira curta, com lanterna de três pontas. Migrando para os itens que prometem garantir a sua estabilidade, a Suzuki Katana utiliza bengalas invertidas com regulagem na suspensão dianteira, e amortecedor regulável simples atrás.

LEIA MAIS: Veja quais são os 5 scooteres novos mais baratos do Brasil

Onde tudo começou para a Suzuki Katana. Nos anos 80, era referência em estilo, esportividade e exclusividade
Divulgação
Onde tudo começou para a Suzuki Katana. Nos anos 80, era referência em estilo, esportividade e exclusividade

Outro destaque são os freios. Trata-se de um conjunto Brembo com ABS, que traz disco de 310 mm na frente e 250 mm atrás. Enquanto isso, os pneus Dunlop sem câmera foram desenvolvidos especialmente para o modelo. Com isso, promete entregar o desempenho e a agilidade a que a motocicleta foi pensada, conforme os atributos que lhe garantiram tanta fama nos anos 80.

LEIA MAIS: BMW F 850 GS Adventure nacional vai chega às lojas em já neste mês

Suzuki Katana vai girar alto

Repare no visual do Suzuki Katana. Remonta o modelo clássico, mas adiciona modernidade dos tempos modernos
Divulgação
Repare no visual do Suzuki Katana. Remonta o modelo clássico, mas adiciona modernidade dos tempos modernos

Mas nada disso se aplica sem a sua mecânica. É equipada com motor de quatro cilindros e 999 cc emprestado da GSX-R1000 K5, que entrega bons 150 cv e passa dos 10.000 rpm. Para transferir essa força ao solo, a nova Katana dispõe de controle de tração e embreagem deslizante. O seu peso de apenas 215 kg é garantido pelos seus componentes leves e o seu pequeno tanque, de apenas 12 litros.

LEIA MAIS: Relembre algumas das 5 marcas de motos que abandonaram o nosso mercado

O cluster do Suzuki Katana é digital e multifuncional, com o objetivo de trazer conectividade e facilitar a vida do piloto
Divulgação
O cluster do Suzuki Katana é digital e multifuncional, com o objetivo de trazer conectividade e facilitar a vida do piloto

Segundo divulga a marca: “ O Suzuki Katana também simboliza muito bem o comprometimento da Suzuki na construção de motocicletas. A dedicação da empresa em criar motocicletas belas e únicas tem as raízes na tradição, ao mesmo tempo em que busca incorporar os últimos avanços em tecnologia. Tal como a sua antecessora clássica, nós concluímos que a novidade está realmente pronta para forjar o caminho de uma nova era no motociclismo.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.