Tamanho do texto

Se o Honda ADV 150, lançado na Indonésia, é a opção mais em conta, a versão 300 adiciona potência, mas ainda por menos que o X-ADV 750

Honda ADV 300 arrow-options
Divulgação
Honda ADV 300: Crossover de scooter com moto off-road oferece mais acessibilidade ante a X-ADV 750

Após o lançamento do Honda ADV 150 na Ásia, a Honda confirma que terá mais uma versão do scooter no salão de motocicletas EICMA, que acontecerá em Milão (Itália) entre os dias 5 e 10 de novembro. Equipado com um motor de 279 cc, o modelo recebe o nome de ADV 300, com o objetivo de diversificar a oferta do modelo.

LEIA MAIS: Honda X-ADV chega à linha 2019 com novos grafismos e equipamentos

A ideia é reunir os atributos do X-ADV 750 vendido no Brasil, com o custo benefício mais favorável do 150, mas com um motor maior. Contactada pela redação do iG Carros, a divisão de motos da Honda do Brasil disse que não tem previsões sobre a chegada de qualquer uma das novas do Honda ADV .

Visualmente, nota-se uma relação direta entre o Honda ADV 300 e o X-ADV .  Ambos têm o mesmo estilo, com faróis duplos em LED e até uma carenagem frontal semelhante. Só que é bem menor, com 1,95 metro de comprimento e 165 milímetros de altura em relação ao solo. O painel de instrumentos, por sua vez, utiliza uma tela LCD escurecida.

LEIA MAIS: O que muda no scooter Honda SH 300i Sport para 2019?

Mais componentes do ADV 150

Honda ADV arrow-options
Divulgação
Novidade partilha muitos itens do "irmão" com motor menor ADV 150, vendido na Indonésia

Os pneus de uso misto de 14 polegadas na frente e 13” na traseira têm perfil alto, feito para aumentar o conforto ao circular pelas vias em más condições, e possuem banda de uso misto. Além disso, conta com sistema start-stop de série e freios combinados (CBS). Como opcional, é possível trocar por um sistema ABS. Até aqui, tudo igual ao que os asiáticos encontram na ADV 150 — e futuramente na ADV 250, que está prestes a ser anunciada.

LEIA MAIS: Veja o que mudou no scooter Honda PCX 2019

O maior diferencial é, de fato, a motorização. Mesmo que ainda sem ter os dados técnicos revelados, não deverá se diferenciar muito do SH300i vendido no Brasil, uma vez que este traz os mesmos 279cc do ADV 300 . Logo, espera-se os mesmos 25,9 cv a  e 2,70 kgfm a 5.000 rpm, com transmissão CVT e a Injeção Eletrônica PGM-FI. Quando se pensa em visual e custo-benefício, qualquer Honda ADV de cilindrada mais baixa faria sucesso no Brasil.