Tamanho do texto

Uma delas é um scooter (R$ 14.900) e a outra um crossover (R$ 16.900). Ambas recebem tecnologias modernas na motorização e na estrutura

Moto elétrica arrow-options
Divulgação
Motos elétricas brasileiras chegam para enfrentar, indiretamente, a líder do segmento MUUV

Cada vez mais os veículos elétricos estão chegando ao Brasil. Desta vez, a Mobimax — desenvolvedora e distribuidora brasileira de tecnologia para o setor automotivo e de informática — criam a Energie Mobi, empresa que desenvolve soluções de mobilidade urbana em parceria com a Social FullCommerce. A partir disso, duas motos elétricas acabam de chegar ao mercado. A crossover Super Soco TC (R$ 16.900) e o scooter Super Soco CUX (R$ 14.900).

LEIA MAIS: Yamaha revela veículo elétrico que mistura de scooter, triciclo e patinete

Com capacidade de atingir a velocidade máxima de 75 km/h, o Super Soco TC é a primeira entre as motos elétricas da  Energie Mobi , destacando-se pelo motor Bosch e design “café racer”. Entre os principais equipamentos, estão o sistema de freios combinados CBS, sistema de super resfriamento para a bateria e assento com garupa e um pequeno compartimento para bagagens.

LEIA MAIS: Moto elétrica de madeira com desempenho esportivo chega às lojas ano que vem

Moto elétrica arrow-options
Divulgação
Scooter é considerado a opção mais voltada à mobilidade urbana

Já o scooter Super Soco CUX, também equipado com motor Bosch, é capaz de atingir os 60 km/h. Além disso, possui estrutura de aço de carbono, mais leve, além de comando de bloqueio remoto com sistema anti-roubo. O scooter elétrico da Super Soco lançado em aliança com a Ducati também deve ser trazido ao Brasil futuramente pela Energie Mobi.

Elétrica com vendas crescentes

MUUV arrow-options
Divulgação
Moto elétrica: Lançada no ano passado, já é comum vê-la circulando pelas cidades

A MUUV Eletric Motors — startup brasileira de montagem e distribuição de veículos elétricos — é uma das empresas que estrearam o segmento das motos elétricas no Brasil. São vendidos quatro modelos: Beach, Custom e Chopper, que podem vir em três níveis de potência: 1000W, 1500W ou 2000W e oferecem versões entre eles. Os preços variam de R$ 10.340 na versão Beach, chegando até os R$ 14.990 cobrados pela Chopper.

LEIA MAIS: Novas soluções de mobilidade geram debate sobre a necessidade do automóvel

MUUV arrow-options
Divulgação
Pneus largos e freios a disco contribuem com a parte dinâmica do veículo elétrico que pode atingir 50 km/h

Com capacidade de 50 quilômetros de autonomia, vem equipada com bateria de lítio removível e recarregável em tomadas 110V ou 220V. Chega à velocidade máxima de 50 km/h, bem como suporta um peso máximo de até 150 kg. Entre os equipamentos, traz farol de LED, opções de cores e customizações, retrovisores, bagageiros, som via bluetooth, freios a disco nas duas rodas, pneus largos e suspensão nas duas rodas. Com isso, é uma das motos elétricas mais procuradas atualmente.