Tamanho do texto

Fabricante francesa declara que acelera até 100 km/h em três segundos, demora meia hora para recarregar e tem autonomia de 300 km

Moto elétrica arrow-options
Divulgação
Moto elétrica de madeira da francesa Newron Motors terá 12 exemplares à venda no ano que vem e mais em 2021

Com cada vez mais projetos de motos elétricas saindo do papel, vindas de fabricantes como a  Harley-Davidson e a BMW , eis que surge a francesa Newron Motos Concept, que decide inovar em cima do que já é um universo totalmente novo. Construir uma moto — ou qualquer veículo terrestre — de madeira é um desafio enorme, visto que é difícil acertar questões como o conforto, a durabilidade, a segurança, entre outros. Ainda mais quando é uma moto elétrica que acelera até 100 km/h em menos de três segundos.

LEIA MAIS: Motocicleta esportiva é desenvolvida com ajuda de uma impressora 3D

Como é a sua concepção? A empresa se baseou no formato cilíndrico de sua bateria para trabalhar as formas da carenagem de madeira. Logo, a sua rigidez estrutural é composta pelos metais dos componentes elétricos (em sua maioria alumínio e aço-sílico) e a própria madeira, que apresenta formato laminado, com curvas suaves que compõem formas 3D. Vale lembrar que uma linha de acessórios projetados especialmente para a moto elétrica estarão disponíveis.

LEIA MAIS: Curtiss revela nova moto elétrica "V8", com 217 cv, que chega nos EUA no ano que vem

Eficiência energética

Moto elétrica arrow-options
Divulgação
Motor utiliza tecnologias de última geração, que marcas como a Harley-Davidson e a BMW estão aperfeiçoando

Além de toda a engenharia diferenciada e do desempenho à altura das super-motos, outro ponto é em que se destaca é a capacidade das baterias armazenarem energia. A marca francesa revela que a moto de madeira permite uma autonomia de 300 quilômetros, com a possibilidade de ser carregada totalmente em casa ou numa estação em apenas meia hora, utilizando-se de um cabo próprio. Nada mal quando se lembra que desenvolve 100 cv 24,5 kgfm.

LEIA MAIS: Moto voadora começa a ser vendida por R$ 1,5 milhão nos EUA. Veja o vídeo

Segundo Sébastien Mahut, responsável pela marca francesa: “É uma peça de arte extremamente refinada. Com isso, o que queremos é que cada cliente sinta que possui uma moto elétrica única, diferente. Daí a possibilidade de a personalizar, escolhendo a posição de condução, a altura do assento, os elementos exteriores e outros acessórios”. 12 unidades serão entregues no ano que vem e mais lotes sairão em 2021, e com isso, será certamente uma peça exclusiva entre as  motos de coleção .