Tamanho do texto

Ambos têm o foco na mobilidade urbana. Enquanto um se compara mais a um scooter convencional, o outro se aproxima mais de uma "cinquentinha"

Yamaha arrow-options
Divulgação
Yamaha E01: Opção que terá o maior número de produção e vendas, uma vez que se propõe a atender mais requisitos

A Yamaha anuncia dois novos scooteres elétricos para o Salão de Tóquio (Japão), entre os dias 23 de outubro e 4 de novembro: o E01 e o E02. Ambos marcam a primeira vez que a fabricante aposta no segmento EV. O E01 terá a maior quantidade de ofertas, com uma produção comparável à de um scooter convencional, enquanto o E02 será menor e mais orientada para transporte urbano. A usabilidade do primeiro pode ser comparada ao do Neo 125, e o segundo se porta mais como uma “cinquentinha”.

LEIA MAIS: Yamaha MT-03 surge renovada e com mais tecnologia para a linha 2021

Yamaha E02 arrow-options
Divulgação
E02: A mais simples das duas, voltada apenas ao transporte urbano

No ano passado, a Yamaha anunciou uma parceria com Gogoro para apresentar novos modelos elétricos. A empresa tem trabalhado no desenvolvimento de uma rede de estações de troca de baterias. Pode-se supor que a bateria removível do E02 seja um produto dessa parceria. Além disso, há grandes possibilidades dessa parceria dar luz a outro modelo elétrico, com tecnologias de condução autônoma. Ainda por lá, a montadora japonesa também lançará as novas YZF-R1 e Ténéré 700.

LEIA MAIS: Honda CBR 300RR surge pela primeira vez e deverá ir ao Salão de Milão

Mais motos no Salão de Tóquio

Honda arrow-options
Divulgação
Nova Honda Trail é o novo modelo da moto que inspirou a criação da Honda Biz no Brasil

Outras novidades para o evento chega de sua maior rival: a Honda. A fabricante vai apresentar a CT 125, Super Cub que originou a Biz no Brasil, mas que chega renovada com atributos off-road. Como diferenciais, a Honda CT 125 tem pneus de uso misto e escapamento alto, passando pela lateral da moto, ao estilo "scrambler". Além disso, traz para-lama dianteiro de aço, tomada de ar do motor em posição elevada e a grande área para carga atrás do assento do piloto.

LEIA MAIS: Yamaha revela veículo elétrico que mistura de scooter, triciclo e patinete

Honda scooteres arrow-options
Divulgação
A resposta da Honda aos scooteres da Yamaha, ou vice-versa

Não é só a Yamaha que terá scooteres elétricos no Salão de Tóquio 2019 . A Honda vai também vai apresentar a sua tecnologia de baterias portáteis para o segmento. Em 2018, a marca se uniu às rivais Yamaha, Suzuki e Kawasaki para desenvolvê-las. O Benly será o scooter urbano a estrear as novas tecnologias, pensado para pequenos deslocamentos e também transporte de carga (na versão Gyro e).