Yamaha Fazer
Divulgação
Registro da nova Yamaha Fazer 250 2021 no INPI revelam similaridade com a "irmã" esportiva Yamaha MT-03

A Yamaha Fazer 250 com o visual renovado, lançada há um mês na Índia, é registrada no Brasil através do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Mesmo que seja com o intuito de garantir a propriedade intelectual para a montadora — evitando cópias ao redor do mundo — e não necessariamente de que está prestes a chegar às concessionárias, ainda podemos esperar que chegue com as mesmas atualizações observadas na sua próxima mudança no Brasil. Se vierem já na linha 2021, deverá ser anunciada ao mercado brasileiro já no segundo semestre.

LEIA MAIS: Yamaha Fazer 250 ABS 2020 chega R$ 200 mais cara e com nova cor

A nova Yamaha Fazer 250 é revelada com novo conjunto ótico frontal, novo painel LCD e ABS de dois canais. Além disso, ganhou novo conjunto óptico frontal, com canhão único de LED para os faróis alto e baixo, junto com uma linha de LED logo acima, para a luz diurna (DRL). Desse modo, fica bastante similar à nova MT-03.

LEIA MAIS: Honda CB 250F Twister SE chega às lojas em edição especial

Yamaha Fazer
Divulgação
Apesar da patente não confirmar se será vendida no Brasil, podemos sim aguardá-la, pois faz todo o sentido

Os piscas foram mantidos, ou seja, não são de LED, mas pode ser que o modelo brasileiro receba o item mais refinado em resposta às rivais — como a Honda CB Twister (R$ 15.945) — que já oferecem. Além disso, ela ganhou, também, um novo painel de LCD similar ao atual, mas agora do tipo negativo (ou invertido), ou seja, com fundo escuro, o que facilita a visualização mesmo sob luz forte. Outro item que o modelo indiano ganhou, mas que talvez não venha no modelo brasileiro, é o protetor de motor e cárter aerodinâmico.

Conjunto mecânico segue inalterado

Yamaha Fazer
Divulgação
Yamaha Fazer 250 2021: Novo visual, novas cores e mais tecnologia. Com isso, vira resposta à altura da Honda CB Twister

O conjunto mecânico da naked esportiva não foi alterado. Segue com o motor monocilíndrico de 250 cc, capaz de gerar 21,5 cv (com etanol) e 2,1 kgfm. As rodas são de 17 polegadas com disco de freio de 282 mm na dianteira e 220 mm na traseira. Elas usam pneus Pirelli Sport Demon de medidas 100/80R17 na dianteira e 140/70R17 na traseira.

LEIA MAIS: Teste: Yamaha MT-03 2020, tá na mão!

Desde 2017, o seu quadro passou a ser do tipo diamante, com o motor que se integra estruturalmente. Desse modo, a rigidez e o controle se favorecem, bem como foi assim que se conseguiu reduzir 4 kg de seu peso total, ante a geração anterior. Outro ponto da Yamaha Fazer 250 está relacionado ao seu sistema de suspensão, com 41 mm de curso, que oferece mais firmeza e robustez, segundo a marca. Com isso, o curso total da roda dianteira aumentou para os 130 mm, o que contribui para lidar com piso irregular. 

    Veja Também

      Mostrar mais