Yamaha
Divulgação
A Yamaha MT-09 da nova geração (foto), que ainda está por vir, deverá fornecer a maioria dos componentes para a novidade turbinada

A Yamaha está trabalhando em novos motores para as suas motos, com a adoção de turbocompressores. A apuração é do site inglês Motorcycle News , quem diz, ainda, que a novidade turbinada poderá começar suas vendas na Europa ainda em 2020, possivelmente montado sobre a plataforma da MT-09, caso a União Européia não postergue a entrada em vigor das novas regras de emissões para motocicletas.

LEIA MAIS: Kawasaki lançará novas Z H2, Ninja 1000 SX e ZX-25R

Segundo a publicação, os japoneses têm duas soluções para a instalação dos turbocompressores. Uma seria dentro do próprio escapamento, como uma opção mais discreta. A outra seria instalar a peça próxima à saída de escape, assim como já é feito em carros. O projeto da Yamaha toma como base o registro de patente que fez do novo motor de 560 cc para a Yamaha MT-09 , que deve manter o rendimento do atual 847 cc com a adoção do turbocompressor.

LEIA MAIS: Teste: Yamaha MT-03 2020, tá na mão!

Kawasaki
Divulgação
Kawasaki Z H2 é a moto que hoje reina sozinha no segmento que poderá dividir espaço com a nova Yamaha

Não se sabe ainda o que a Yamaha planeja, mas é bem provável que surja uma categoria inovadora, ou uma naked esportiva para combater as H2, a única família de motos a vir com sobrealimentação até o momento. Também não é descartada a possibilidade de chegar com uma proposta retrô, lembrando que a marca já ofereceu no Velho Continente a XJ650 Turbo na década de 1980.

LEIA MAIS: Nova geração da Yamaha R1 e R1M estreia inúmeras novidades inspiradas na MotoGP

Analisar a Kawasaki Z H2 , também podemos tirar mais dicas sobre quais são os componentes que a Yamaha deverá trazer para não ficar para trás em seu segmento. No caso da H2, tem chassi de treliça de aço aparente, na cor verde metálica característica da marca. Seu motor 4 cilindros em linha de 998 cilindradas é sobrealimentado por um compressor mecânico, gerando 200 cv e 14 kgfm. O movimento chega à roda traseira através de um câmbio de seis marchas com quick shifter bidirecional, que trabalha com uma embreagem auxiliar e deslizante.

    Veja Também

      Mostrar mais