Harley-Davidson
Divulgação
H-D Sportster Custom: opção entre as mais em conta da marca mais famosa para a proposta estradeira

Com a alta do dólar e a crise econômica causa pela pandemia do novo coronavírus, a Harley-Davidson decide deixar de vender a linha Sportster no Brasil. De acordo com comunicado oficial da marca americana, as vendas do modelo no País continuarão somente enquanto tiver estoque do modelo 2020/2020. Além disso, a marca diz que está implementando um novo modelo de negício no mercado e continuará oferecendo uma gama variada.


A Harley-Davidson Sportster foi lançada no Brasil nas versões Iron 883 (R$ 39.900) e Iron 1.200 (R$ 43.900), preços que subiram para R$ 49.590 e R$ 54.590, respectivamente depois da alta volatilidade da moeda americana. Tanto a Iron 883 quanto a Iron 1200 são motos mais básicas quando comparadas a outras Harley-Davidson .

Para ambas, há apenas uma opção de cor extra que adiciona R$ 1 mil ao preço, bem como opção de assento para o passageiro, entre os outros acessórios. Por outro lado, enquanto a 883 tem motor V2 de 883 cm³, que rende 6,8 kgfm, a Iron 1200 vem equipada com um 1.202 cm³ que gera 9,4 kgfm. As duas chegam com câmbio de cinco marchas.

A Harley-Davidson Sportster Forty-Eight tem esse nome devido ao tanque de combustível em forma de amendoim, que surgiu nesse ano (1948) nas Harley e acabou se tornando um ícone, mesmo infernizando seu usuários por muitas paradas para abastecimento, já que tem capacidade de apenas 7,9 litros de gasolina.

    Veja Também

      Mostrar mais