Kawasaki
Divulgação
Nova Kawasaki Vulcan S, à primeira vista, se destava pelas novas pinturas, que modernizam a cruiser

A nova geração da Kawasaki Vulcan S é lançada na Índia, o que adianta a sua chegada para o Brasil em 2021. Entre os destaques, a novidade recebe um motor bicilíndrico de 649 cc. O interessante é que a fabricante japonesa conseguiu manter o rendimento da cruiser, mesmo com as exigências mais rígidas sobre o controle de emissões de poluentes. E, além disso, as mudanças segue no âmbito visual.

A Kawasaki Vulcan S ganha uma nova opção de cor. Batizada de Metallic Flat Raw Greystone, apresenta uma pintura base cinza com detalhes em preto e vermelho. As listras vermelhas nas rodas de liga leve aumentam o apelo visual geral da motocicleta. Além do motor menos poluente, que produz 61 cv e 6,24 kgfm, e da nova opção de cor, nenhuma outra mudança foi implementada no modelo.

Kawasaki
Divulgação
As novidades chegarão também ao Brasil para se somar com o que já entrega hoje

Com aspecto elegante e ao mesmo tempo agressivo, desde 2018 traz um indicador de marchas, além do conta-giros analógico e display em LCD com velocímetro digital, indicador de combustível, relógio e hodômetro.

Ela se move com o motor bicilíndrico paralelo de 649 cc, com 61 cv e 6,4 kgfm, e além da caixa de 6 marchas com transmissão por corrente, traz o catalisador mais recente da marca, um dos grandes responsáveis pela redução nas emissões da Vulcan S .

Para garantir a segurança, a Kawasaki Vulcan conta com suspensão dianteira com garfos telescópicos e traseira com monochoque lateral. Quanto aos freios, além de ABS, a cruiser japonesa conta com disco de 300 mm, que traz pinça de pistão duplo no freio dianteiro e disco de 250 mm com pinça de pistão único na roda traseira.

    Veja Também

      Mostrar mais