MV Agusta aproveitou atualização do motor para integrar novos equipamentos na Brutale
Divulgação
MV Agusta aproveitou atualização do motor para integrar novos equipamentos na Brutale

A fabricante italiana de motocicletas MV Agusta acaba de revelar a versão atualizada da super naked Brutale 1000 RR 2021 , com motor renovado que passa a atender as novas regras de emissão de gases tóxicos. Para celebrar o modelo mais sustentável, a MV Agusta integrou novos sistemas, como controle eletrônico dos freios ABS para curvas.

Na linha 2021, o time de engenharia da MV Agusta tinha o objetivo complicado de reduzir as emissões sem que o modelo perdesse potência. A equipe optou por um novo sistema de controle de válvulas para otimizar a queima de combustível e manter os 205 cv de potência. 

A fabricante aproveitou para alterar a curva de torque do motor, que passa a ser entregue em rotações mais baixas. Segundo a MV Agusta , a Brutale 1000 RR está ainda mais divertida para pilotar.

O modelo também ganhou novo painel de instrumentos com tela TFT de cinco polegadas, que pode contar com GPS como equipamento opcional. A suspensão projetada pela Öhlins Racing é exatamente a mesma do modelo 2020 – e apesar da integração do novo assistente ABS, os discos de freio Brembo de 320mm também não foram modificados.

A MV Agusta não tem revendedores oficiais no Brasil. Os modelos mais próximos da Brutale 1000 RR em nosso mercado são as novas Ducati Streetfighter V4 –  que deve chegar em dezembro –  e a Suzuki GSX-S1000 –  que parte de R$ 67.718.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários