Tamanho do texto

Agora é a vez do Camaro SS, que chegará para "dividir o peixe" com o eterno rival Ford Mustang. Será vendido já no ano que vem

Camaro 2019 Promete ser uma das maiores atrações do Salão do Automóvel 2018, já que os Muscle Car são sucesso
Divulgação
Camaro 2019 Promete ser uma das maiores atrações do Salão do Automóvel 2018, já que os Muscle Car são sucesso

O Chevrolet Camaro de nova geração chegará pela primeira vez ao Brasil no Salão do Automóvel 2018. O esportivo estreia retoques na dianteira e atualizações no interior, que chega com mais tecnologia e equipamentos. Além disso, após acertos na mecânica, agora pode vir com novo câmbio automático de 10 marchas (o mesmo do rival Mustang), que chega para substituir a caixa anterior de 8.

LEIA MAIS: VW confirma: terá picape conceitual, nova rival da Toro, no Salão do Automóvel

O público brasileiro tem histórico de admiração pelos muscle car, sendo assim, o novo Chevrolet Camaro deverá ser um sucesso no Salão do Automóvel 2018 . No exterior, a novidade fica no desenho da grade frontal e na assinatura em LED dos faróis. O aspecto agora se torna mais agressivo e pode variar de acordo com a versão e as escolhas dos opcionais, com detalhes cromados para o modelo conversível, ou pretos na versão SS. Segundo declarações oficiais, esse novo estilo otimiza a aerodinâmica graças a novos ângulos e fluxos de ar.

Novidade do Salão do Automóvel 2018 em resposta ao Mustang

Junto aos novos ares esportivos, completam o pacote a nova paleta de cores (incluindo um chamativo tom de azul), o novo desenho das rodas e as lanternas remodeladas na traseira. As alterações vêm para alavancar as chances de sucesso ante o mercado, que tem na mira o novo Ford Mustang 2018.

LEIA MAIS: Veja como deverá ficar a versão esportiva GTS do sedã compacto Virtus

Na cabine, as atualizações incluem novas opções de iluminação ambiente e, em versões ainda mais exclusivas como o 2SS e o ZL1, câmera de ré como item de série. Além disso, a nova geração do sistema multimídia “My Link” da Chevrolet é o destaque entre os equipamentos, e assim como nos novos Cruze e Malibu, aperfeiçoa a conectividade Bluetooth, adiciona novos aplicativos e gera gráficos de melhor qualidade. Quem quiser uma central maior, pode optar por uma tela de oito polegadas, vendida à parte e equipada com sistema de navegação. Há também sistema de alerta de colisão.

Já falando sobre a maior novidade mecânica, o novo câmbio de 10 marchas — que vem com um pacote composto pelo controle de largada e a função Line Lock, também presente no Mustang, que permite realizar o burnout (queimada de pneus) de forma assistida dos pneus traseiros — segundo a Chevrolet ele oferece ganhos em desempenho e dirigibilidade, mas não substitui a tradicional caixa manual de 6 marchas, opcional bastante aclamada pelos puristas e apaixonados por controlar a máquina ao máximo.

LEIA MAIS: Aceleramos o raro Fiat Coupé no Autódromo de Interlagos. Assista ao vídeo

Quanto à versão mais básica, a Turbo 1LE, conta com um motor 2.0 turbo de 279 cv e 40,8 kgfm, câmbio manual, suspensão recalibrada e configurações entre os modos “pista” e “competição”. Nos Estados Unidos, as vendas do novo Muscle Car serão iniciadas no final do ano. O preço inicial, nos Estados Unidos, gira em torno dos R$ 110 mil numa conversão direta. Por aqui, só virá a SS, que estará no Salão do Automóvel 2018  e custará equivalente ao Mustang (R$ 299.990).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.