Tamanho do texto

Chamada T6 ou Frison, caminhonete da JAC Motors chega em março. Saiba mais sobre o utilitário da marca chinesa e seus planos até 2018

A picape média da JAC Motors tem o mesmo porte que S10 e Hilux. Terá que custar pouco para conquistar os clientes
Divulgação/JAC Motors
A picape média da JAC Motors tem o mesmo porte que S10 e Hilux. Terá que custar pouco para conquistar os clientes

Apesar dos falsos boatos que circulam pela internet, a JAC Motors segue com grandes planos para o Brasil. Representada pelo Grupo SHC, do empresário Sergio Habib, a marca chinesa revelou seu novo logotipo e revelou que irá lançar 9 carros por aqui até o fim de 2018. Um deles, segundo o jornalista Roberto Nasser, diz que será uma picape média, com previsão de chegada para março do ano que vem.

LEIA MAIS:  JAC T40 estreia no dia 3 de julho, como a nova aposta da marca no Brasil

Conhecida na China como T6 ou Frison, a picape média da JAC Motors foi confirmada em uma convenção dos concessionários. Irá concorrer com Chevrolet S10 e Toyota Hilux, medindo 5,32 metros de comprimento, 3,10 m de entre-eixos, 1,83 m de largura e 1,81 m de altura. Seu entre-eixos é semelhante aos rivais, mas tem mais comprimento do que a Hilux, que mede 5,26 m, embora menor do que os 5,36 m da S10.

Segundo Nasser, irá se apoiar no espaço interno maior do que a concorrência e virá na configuração que mais vende: cabine dupla e motorização diesel. Terá versões com tração 4x2 e 4x4. Se o jornalista estiver certo, uma de suas fraquezas será o uso exclusivo do câmbio manual de seis marchas. Pode mudar, já que a marca ainda está estudando o formato correto para vender a T6 por aqui.

LEIA MAIS: JAC T5 CVT é um SUV chinês mais cômodo, mas para andar sem pressa

Esse estudo envolve outro detalhe: o motor diesel 1.9, de 136 cv e 32,6 kgfm é bem desatualizado nos níveis de emissões, ainda atendendo as regras do Euro IV. Como o Brasil exige que ele esteja dentro do padrão Euro V, a fabricante chinesa terá que alterar a motorização – o que pode levar ao uso de um motor que já esteja calibrado para usar uma transmissão automática. Outra preocupação será o nome, pois já vendem um SUV chamado T6 por aqui.

A cabine mostra a evolução no design da JAC, que começa a ganhar sua própria identidade
Divulgação/JAC Motors
A cabine mostra a evolução no design da JAC, que começa a ganhar sua própria identidade

Como vem acontecendo a cada lançamento da marca, a picape mostra sua evolução como fabricante. O design foi feito pelo estúdio em Turim (Itália) e é bem mais agradável, além de não copiar (muito) o desenho de outras caminhonetes, como Ford F-150. Pelas imagens, até o interior está mais interessante. Pode conquistar o cliente caso consiga chegar no Brasil com um preço bem competitivo e bom pacote de equipamentos.

LEIA MAIS: Você ainda terá um carro chinês e talvez nem perceba. Saiba a razão

Nove modelos até 2018

Além da futura picape, a JAC Motors prepara mais oito lançamentos até o final do ano que vem. O primeiro será o crossover T40, menor do que o T5 e com preços na faixa de R$ 60 mil, com apresentação marcada para 3 de julho. Os planos devem incluir a reestilização dos SUVs T5 e T6; a chegada do S7 (utilitário maior que o T6); e, possivelmente, o Heyue A20, família com hatch e sedã que era cotado para ser produzido no Brasil como substituto do J3 e J3 Turin.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.