Tamanho do texto

Compacto vai receber retoques no desenho, novas versões e mudanças no conjunto mecânico. E o cupê esportivo tem pré-venda a partir de novembro

Ford Fiesta 1.0 EcoBoost passará a ser oferecido em versões mais em conta que a Titanium, disponível atualmente
Divulgação/Ford
Ford Fiesta 1.0 EcoBoost passará a ser oferecido em versões mais em conta que a Titanium, disponível atualmente

A Ford está otimisma em relação à recuperação do mercado de automóveis no Brasil e prepara boas novidades até o fim do ano. Além do EcoSport renovado, que comecará a chegar às lojas em meados de agosto, outro lançamento será o Fiesta com uma série de mudanças para ganhar apelo no segmento de hatches compactos premium, que está renascendo no País com chegada de modelos como o Fiat Argo e a nova geração do Volkswagen Polo, que estreia em outubro.

LEIA MAIS:  Ford Fiesta EcoBoost encara VW Golf TSI em briga por eficiência

Ao contrário do que aconteceu na Europa, onde o Ford Fiesta ganhou uma reforma completa, no Brasil o carro receberá apenas retoques no desenho para ficar com aspecto renovado, além de ganhar mudanças no conjunto mecânico. Uma delas ficará por conta do emprego do premiado motor 1.0 EcoBoost, de 125 cv, em outras versões do hatch além da Titanium, conforme apurou a reportagem de iG Carros.

Além disso, o carro também vai poder ser equipado com o novo 1.5, de três cilindros, que passa a ser usado primeiramente no EcoSport, mas que, em seguida, também estará disponível no Fiesta, provavelmente na mesma época em que a Volkswagen vai lançar o Polo com plataforma MQB-A 0 no Brasil, no último trimestre do ano. Ainda entre as novidades do Fiesta certamente estará uma nova central multímídia. É bem provável que adotem a Sync 3, a mesma do EcoSport renovado.

LEIA MAIS:  Ford começa a produzir nova geração do Fiesta na Alemanha. Saiba detalhes

Enfim, o Mustang chegará ao Brasil

Ford Mustang 2018 recebeu retoques no desenho, entre outras novidades antes de chegar ao Brasil
Divulgação
Ford Mustang 2018 recebeu retoques no desenho, entre outras novidades antes de chegar ao Brasil

Demorou muito, mas, enfim, a Ford vai vender oficialmente o Mustang no Brasil, de acordo com o que foi anunciado no Salão do Automóvel, em novembro último. E confirmado agora, durante a apresentação do EcoSport 2018. De acordo com a fabricante, o período de pré-venda começará em novembro com as primeiras unidades entregues no início de 2018. Ainda não se fala em qual versão que vão trazer ao país, mas tudo indica que será a GT, com motor 5.0 V8, de 455 cv, com injeção direta de gasolina, para rivalizar com o V8 6.2, de 461 cv, do Chevrolet Camaro SS.

LEIA MAIS: Ford divulga as primeiras imagens do Mustang 2018 conversível

O Mustang foi revovado no início do ano e ganhou novidades, entre as quais faróis redesenhados com filetes de LED em uma das extremidades, para-choques reestilizados, aberturas de ar alargadas e retoques nas linhas do capô, que recebeu novos vincos. Além disso, na traseira, as lanternas também estão com aspecto mais moderno.

Por dentro, um dos os principais destaques do cupê da Ford ficará por conta da central multimídia com tela de 12 polegadas sensível ao toque e do quadro de instrumentos totalmente digital e configurável de acordo com o gosto do freguês. Bom também será o câmbio automático de 10 marchas, que substitui o de seis.

Atrás, as lanterna sque lembram as do Mustang dos anos 60 também receberam novos detalhes estéticos
Divulgação
Atrás, as lanterna sque lembram as do Mustang dos anos 60 também receberam novos detalhes estéticos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.