Tamanho do texto

SUV de entrada, Renault Duster terá versões 1.6 CVT ainda em 2017. Saiba mais sobre a chegada do Renault Duster com transmissão CVT

Assim como o Captur, o Renault Duster irá apostar em uma versão 1.6 com câmbio CVT, que deve custar cerca de R$ 75 mil
Divulgação
Assim como o Captur, o Renault Duster irá apostar em uma versão 1.6 com câmbio CVT, que deve custar cerca de R$ 75 mil

Assim como o Captur, o Renault Duster também apostará na adoção da transmissão CVT para o motor 1.6 SCe. O lançamento está agendado para o segundo semestre deste ano. A mudança será feita também na picape Duster Oroch e, para o ano que vem, chegará ao sedã Logan e hatch Sandero – fará parte das novidades da dupla reestilizada, prevista para o primeiro semestre de 2018 no Brasil.

LEIA MAIS:  Renault Duster ganha novo motor 1.6 e fica um pouco mais refinado

Fontes ligadas à marca revelaram a iG Carros que o Renault Duster seguirá o Captur de perto na motorização. Ambos os SUVs usam a mesma plataforma e conjunto mecânico, com a diferença que o Captur acaba de receber o câmbio CVT para o motor 1.6. A transmissão é a X-Tronic da Nissan, também utilizada pela fabricante japonesa em diversos carros, inclusive no SUV compacto Kicks. A chegada acontecerá "em breve, pouco depois do lançamento do Kwid", revela nossa fonte.

Assim como no Captur, o Duster terá o câmbio CVT apenas nas versões com o motor 1.6 SCe, de 120 cv, e 16,2 kgfm a 4.000 rpm, com etanol, simulando seis marchas – inclusive com trocas manuais através da alavanca. Os modelos com o 2.0, de 148 cv e 20,9 kgfm a 4.000 rpm seguirão com a velha conhecida caixa automática, de apenas quatro marchas.

LEIA MAIS: Nova geração do Renault Duster será revelada no segundo semestre do ano

Na casa dos R$ 75 mil

Não revelaram preços ainda, mas a expectativa é que o Duster 1.6 CVT seja vendido por cerca de R$ 75 mil na versão Dynamique. A conta é simples: essa configuração com câmbio manual custa R$ 73.490. Considerando os preços da Oroch e do próprio Captur (que parte de R$ 78,9 mil), é improvável que fique mais caro. A solução é deixar o câmbio manual exclusivo para a versão Expression de entrada e colocar a Dynamique 1.6 apenas com CVT.

Por esse valor, o Renault Duster será um dos SUVs mais em conta do mercado com caixa automática. Perde para o JAC T5 CVT, por R$ 73.490. Já a picape Oroch deve ficar pouco mais cara do que o Duster, para não encostar nos R$ 80 mil da versão 2.0. É uma maneira de tentar pegar alguns clientes da Fiat Toro, que custa R$ 87.490 na versão 1.8 flex com câmbio automático de seis marchas.

LEIA MAIS: Renault Duster Dakar II a partir de R$ 74.090. Saiba mais detalhes


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.