Tamanho do texto

Maior parte das novidades fica por conta dos SUVs, mas também haverá híbridos e elétricos no País, começando com o Golf GTE, no mês que vem

A Volkswagen demorou para entrar de cabeça na categoria dos SUVs. Por muitos anos, a marca contou apenas com Touareg e Tiguan, modelos de luxo que estão fora da realidade da maior parte do público global. Agora fixada na categoria “de entrada” com o T-Cross, a marca prepara um verdadeiro temporal de lançamentos para os próximos anos.

LEIA MAIS: Confira 5 coisas que já sabemos sobre o futuro SUV de entrada da Volkswagen

Partindo disso, a reportagem do iG Carros elabora mais um dossiê sobre todos os lançamentos que a VW está planejando para o Brasil até 2025. Será que algum deles estará na sua garagem nos próximos anos?

Os novos GTS (primeiro trimestre de 2020)

VW Polo GTS arrow-options
Divulgação
VW Polo GTS chega apenas no início de 2020 e pode ter mudanças em relação ao protótipo que aparece na imagem



Atração no Salão do Automóvel de 2018, o lançamento da nova linha GTS de Polo e Virtus ficou apenas para o primeiro trimestre de 2020. Os novos modelos terão o motor 1.4 TSI, de 150 cv, que já equipa Jetta e T-Cross, além do câmbio automático de seis marchas.

A marca alemã convidou um pequeno grupo de jornalistas para acelerar o protótipo no Autódromo Fazenda Capuava de Indaiatuba (SP), onde pudemos comprovar o bom desempenho em curvas e fôlego para rasgar as retas do Polo . Como se tratava de um protótipo, muitas coisas ainda podem mudar. 


T-Sport, o SUV do Polo (primeiro semestre de 2020)

VW T-Sport arrow-options
João Kleber Amaral
VW T-Sport chegará com ares de cupê para ser mais em conta que o T-Cross. Já foi flagrado em testes em São Paulo



A Volkswagen confirmou que há um SUV inédito na incubadora, com base no Polo e jeito de cupê. Se os planos não mudarem, deverá se chamar T-Sport (nome registrado pela marca no INPI) e virá para concorrer com JAC T40, Honda WR-V e as versões mais em conta dos SUVs compactos.

Rumores indicam que o T-Sport será vendido apenas com motor 1.0 TSI de três cilindros, com variações entre 116 cv e 128 cv. Como o preço deverá começar nos R$ 75 mil, uma versão manual faria sentido aos modelos que cabem melhor no bolso. As versões mais caras continuam com o Tiptronic de seis marchas. Flagras recentes comprovam que o projeto está em etapas avançadas, indicando que o T-Sport chegará ao mercado em 2020.

Atlas Cross Sport, o primo rico (entre 2020 e 2021)

VW Allas vermelho arrow-options
Divulgação
VW Atlas Cross Sport vai ocupar o lugar do SUV grande Touareg, que deixa de ser vendido no Brasil



Com a alta do dólar, o Touareg ficou caro para o Brasil. A solução virá do Atlas Cross Sport, o novo SUV de luxo global da marca alemã. No resto do mundo, será oferecido com motor 2.0 turbo de 239 cv de potência e 35,7 kgfm de torque (uma variação do TSI do Golf GTI) e V6 3.6, aspirado, com 280 cv de potência e 36,8 kgfm de torque. Ambas as versões são equipadas com transmissão automática de oito marchas. Resta saber qual delas é melhor para o Brasil

Tarek, o anti-Compass (meados de 2021)


VW Tarek cinza arrow-options
Divulgação
VW Tarek será o rival do Jeep Compass, modelo mais vendido no segmento de SUVs médios no Brasil

A Volkswagen confirmou que o Tarek será feito em Pacheco (Argentina), ao lado da irmã Amarok. O modelo já foi mostrado na China (onde se chama Tharu) e virá para complementar a linha de SUVs médios, como uma opção entre T-Cross e Tiguan. Isso mostra que a Volkswagen está de olho no sucesso do Jeep Compass, e contará com dois SUVs para derrotá-lo no mercado. 

LEIA MAIS: VW ptrepara fábrica na Argentina para produzir novo SUV médio

O Tarek é o motivo da Volkswagen ter importado apenas a versão Allspace do Tiguan (com entre-eixos alongado).Como o modelo alemão parte de R$ 129.990, o Tarek deverá ficar na casa dos R$ 115 mil, batendo de frente com as versões de entrada do SUV da Jeep. Podemos esperar pelo motor 1.4 turbo de 150 cv de potência, com câmbio automático de seis marchas.

Taigun, o projeto esquecido (sem data de lançamento)

VW Taigun amarelo arrow-options
Kleber Silva
VW Taigun será o menor SUV da marca no Brasil. Entre os principais e poucos concorrentes está o Honda WR-V



Em 2012, a Volkswagen apresentou o protótipo Taigun como um SUV do Up!. O modelo caiu no esquecimento enquanto a fabricante trabalhava para reforçar as linhas dos utilitários maiores. Mas de acordo com uma entrevista do presidente da marca na América Latina, Pablo Di Si, ao Argentina Autoblog, há espaço para um SUV abaixo do T-Sport.

A imagem acima é apenas ilustrativa, pois a Volkswagen reavaliou sua linguagem de design ao longo dos últimos sete anos. O novo SUV abaixo do T-Sport será muito semelhante ao Polo, em um caminho parecido com o da Honda e suas linhas Fit e WR-V. Chamar o modelo de SUV será um exagero.

Pablo Di Si ainda disse que a Volkswagen terá a maior gama de SUVs do mercado brasileiro até a metade da próxima década. 

Tarok, a nova picape intermediária (meados de 2022)

VW Tarok azul arrow-options
Divulgação
VW Tarok será a picape intermediária da marca alemã para fazer frente à Fiat Toro, campeã de vendas



O conceito Tarok foi a principal atração da Volkswagen durante o Salão do Automóvel de 2018. Pelo design, é certo que a picape terá muitas similaridades com o Tarek, e também será fabricada em Pacheco. 

A Tarok será oferecida com motor 1.4 TSI, de 150 cv, acoplado ao câmbio automático de 6 marchas e tração integral. Por conta da similaridade dos nomes, é possível que a classificação Tarok seja substituída. Registros recentes do INPI apontam para “Taos”, ainda que a marca não tenha confirmado a informação oficialmente.

Seis modelos elétricos ou híbridos até 2023

VW Golf branco arrow-options
Divulgação
Além da versão híbrida do Golf, a VW vai trazer ao Brasil outros modelos híbridos e elétricos dentro de 4 anos

A Volkswagen confirmou que terá seis modelos elétricos ou híbridos no Brasil até 2023, sendo que o Golf GTE será o primeiro deles. Um dos fortes candidatos para a nova família de híbridos e elétricos da Volkswagen é o Passat GTE. Durante o lançamento do Golf híbrido, nossa reportagem viu algumas unidades do sedã de luxo eletrificado circulando pela fábrica de São Bernardo do Campo (SP). O modelo também esteve no Salão do Automóvel de 2018, ao lado do hatch.

LEIA MAIS: Quem precisa de um Golf GTE híbrido que vai custar R$ 200 mil?

Outro modelo que poderá surgir no Brasil é o ID.3, o primeiro carro elétrico de produção em série da VW . Apresentado no Salão de Frankfurt de 2019, o veículo virá para brigar na categoria do BMW i3 (ou seja, acima de Leaf, Bolt e Zoe). Ao menos na Europa, o ID.3 terá três configurações de baterias: 45 kWh (330 km de autonomia); 58 kWh (420 km) e 77 kWh (550 km).