Nova geração do CItroën C3
Divulgação
Nova geração do CItroën C3 feito na Europa tem alguns detalhes diferentes do que deverá ser feito em Porto Real (RJ)

A Citroën registra a nova geração do C3 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O modelo é cotado para ser produzido em Porto Real (RJ) sob a nova plataforma CMP, onde poderá originar uma nova família de veículos para a fabricante francesa. Esta é mesma plataforma da nova geração do Peugeot 208, que é feita na Argentina.

Em sua nova geração, o C3 ganha design inspirado no SUV médio C5 Aircross, que também é aguardado no Brasil. Os faróis dianteiros são mais estreitos, divididos em dois lustres, enquanto o destaque da traseira fica por conta das lanternas arredondadas. A mesma linguagem visual estará no facelift do Citroën C4 Cactus, que será lançado em meados de 2021.

O interior segue o mesmo design do SUV compacto, com central multimídia posicionada abaixo das saídas centrais do ar-condicionado. Ao menos na Europa, a Citroën disponibiliza muitas opções de acabamento interno, recurso que será mais escasso no Brasil por uma questão de custos.

A valorização do euro na comparação com as principais moedas sul-americanas fez a PSA manter o motor 1.6 aspirado, de 116 cv na nova geração do 208. Este também deverá ser o propulsor da nova geração do Citroën C3, uma vez que outro conjunto mecânico mais moderno precisaria ser importado, fator que também influi o preço final do carro. 

    Veja Também

      Mostrar mais