Tamanho do texto

Versão mais em conta do modelo ganha nova central multimídia na linha 2018 e continua bem acertada. Parte de R$ 90.900

Honda Civic Sport tem visual exclusivo, com predomínio de detalhes pretos, inclusive nos componentes da parte da frente
Carlos Guimarães/iG
Honda Civic Sport tem visual exclusivo, com predomínio de detalhes pretos, inclusive nos componentes da parte da frente

Uma das únicas novidades da linha 2018 do Honda Civic Sport é a nova central multimídia com uma série de recursos, entre os quais GPS embutido. Com câmbio manual de seis marchas, o carro parte de R$ 90.900 e mostra que foi feito para quem realmente curte ficar trocando de marcha, principalmente numa estrada com trechos sinuosos. 

LEIA MAIS: Honda Civic 2019 recebe uma série de mudanças nos EUA

Se você se encaixa nesse caso é melhor tomar uma decisão logo, já que existe o risco dessa versão deixar de ser fabricada pela baixa procura em relação às demais versões do Honda Civic disponíveis no Brasil. Atualmente, o mix de vendas do manual fica entre 1% e 5% do total, apenas.

Quem conseguir um exemplar do Honda Civic Sport manual e gosta de sentir que está sempre no comando vai encontrar um carro bem acertado, com engates sempre fáceis e precisos (inclusive nas reduções) e relações bem escalonadas. Além disso, a posição elevada da alavanca no console central  a deixa bem ao alcance da mão direita, facilitando o manuseio em qualquer situação.

Trata-se de uma caixa feita pela própria Honda, que veio da geração anterior do Civic, mas com novas relações de marcha. Até a quinta, são bem próximas, não deixando o motor cair de rotação entre uma marcha e outra, o que é bom para mantê-lo sempre dentro da faixa de utilização ideal, entre 4.800 rpm e 6.300 rpm, que são os regimes de torque e potência máxima.

Ao engatar a sexta, porém, a prioridade é a economia de combustível, o que significa que a velocidade máxima é atingida em quinta. Pelo visto, o acerto é mesmo esportivo, ao contrário do que acontece com a versão com câmbio automático CVT, bem mais pacata e com ajuste voltado à eficiência energética.

LEIA MAIS: Honda Civic: 5 acertos e 5 erros da versão EXL. Assista ao vídeo

No Hona Civic Sport manual é pisar na embreagem, engatar a primeira e curtir o prazer de poder aproveitar ao máximo do potencial do bom motor 2.0 flex, de 155 cv, que responde bem nuam faixa ampla de rotação. Se pisar com vontade no acelerador o giro sobe depressa, deixando um ronco empolgante no ar, mas sem exageros, com certa discrição. Portanto, nota-se que não se esqueceram de manter um bom isolamento acústico algo que contribui com o conforto no dia a dia. E mesmo no regime de potência máxima não há vibrações indesejáveis passando para o interior do carro.

O que também causa boa impressão é o acerto do conjunto de suspensão, direção e freios. Não que o carro tenha a pegada esportiva da versão Si , mas consegue manter uma dinâmica que vai animar seu dia se estiver numa estrada com curvas variadas entre algumas retas para acelerar um pouco. De acordo com os dados da fabricante, o Civic Sport pode ir de 0 a 100 km/h em 10 segundos e atingir 200 km/h.

Os equipamentos do Honda Civic Sport

Honda Civic Sport com câmbio manual vem com a nova central multimídia vem bem equipado de fábrica
Divulgação
Honda Civic Sport com câmbio manual vem com a nova central multimídia vem bem equipado de fábrica

 Apesar de ser a versão mais em conta da linha Civic, a Sport com câmbio manual vem com itens como volante e manopla de câmbio revestidos de couro, ar-condicionado digital, câmera de ré com três ângulos de visão, controles eletrônicos e estabilidade e tração, freio de estacionamento eletrônico com função Auto Hold e a nova central multimídia con tela de 7 polegadas, sensível ao toque. 

O que incomoda é que as entradas USB ficam meio escondidas na parte de baixo do console central. Além disso, o retrovisor interno não é eletrocrômico, com o antiquado botãozinho dia/noite. Outra diferença dessa versão mais simples do Civic fica por conta dos bancos revestidos de tecido. Por fora, o visual inclui alguns itens exclusivos, como as rodas escurecidas,  de aro 17, montadas em pneus 215/50R 17 (Bridgestone) e a grade frontal pintada de preto brilhante. 

LEIA MAIS: Aceleramos na pista novo Honda Civic Si, com motor turbo, de 208 cv

Se a ideia for rodar economizando combustível basta acionar a função Econ , que torna a abertura da borboleta de aceleração mais  suave, mesmo se você pisar mais forte bo acelerador. Também evita o acionamento do condensador do ar-condicionado, tudo para poupar alguns trocados. De acordo com os números do Inmetro, o Civic Sport com câmbio manual faz 7,2 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada com apenas etanol no tanque, números que passam para 10,5 km/l e 13 km/l, respectivamente, com gasolina.

Conclusão

Pode ser que dure pouco tempo essa versão do Honda Civic com câmbio manual. É bem  mais divertida de dirigir que a automática, com câmbio CVT. Se a ideia é ter um modelo médio com uma pitada esportiva, o carro pode ser uma opção interessante.

Ficha Técnica

Preço: a partir de R$ 90.900

Motor: 2.0, quatro cilindros, flex, 

Potência: 155 cv (E)  e 150 cv (G) 6.300 rpm

Torque: 19,5, kgfm (E) e 19,3 kgfm (G) a  4.800 rpm

Transmissão:  Manual, seis marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) / multibraço(traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 215/50 R17

Dimensões: 4,63 m (comprimento) / 1,79 m (largura) / 1,43 m (altura), 2,70 m (entre-eixos)

Tanque : 56 litros

Consumo: 10,5 km/l (cidade) /13 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 10 segundos 

Vel. Max: 200 km/h   

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.