Peugeot 2008 Griffe THP cinza
Carlos Guimarães/iG
Peugeot 2008 Griffe THP: anda bem e gasta pouco, mas quase não têm novidades e demorou para chegar ao mercado

A versão turbinada do Peugeot 2008 finalmente chega à linha 2020 com câmbio automático de seis marchas e bom fôlego no dia a dia. Mas será que apenas o desempenho animador é suficiente para enfrentar os vários fortes rivais do disputado segmento de SUVs compactos?

LEIA MAIS: Peugeot 2008 e o preconceito contra a marca do leão

Com preço sugerido de R$ 99.990, o Peugeot 2008 THP até que vem com boa relação entre custo e benefício, mas recebeu poucas mudanças na linha 2020 e a partir de 2021  o novo SUV começará a ser fabricado na Argentina, ao lado do hatch 208, cuja nova geração começa a ser feita no país vizinho a partir do ano que vem.

Afora a sensação de déjà-vu ao sentar no banco do motorista, você terá uma grata surpresa de dirigir um dos utilitários esportivos mais ágeis do segmento, embora tenham faltado alguns detalhes para o carro agradar em cheio numa tocada mais esportiva.

Começa pela posição de dirigir, um pouco mais alta que o ideal. Depois, a suspensão deveria ser mais rígida para segurar o SUV tanto nas frenagens e acelerações quanto nas curvas, uma vez que a rolagem da carroceria poderia ser menor. Porém, nessa versão topo de linha do 2008, a boa notícia é que incluíram controle eletrônico de estabilidade (ESP).

O volante menor que o convencioal e o cluster elevado já são velhos conhecidos, mas ainda ajudam a deixar evidente a ideia de esportividade que o carro transmite. Pena que o tempo passou rápido para a atual geração do 2008 e a Peugeot praticamente não mexeu no carro por dentro na linha 2020, cujo acabamento deveria ser mais caprichado.

A central multimídia também evoluiu pouco na linha 2020. Permite espelhamento do celular Android ou iOS, mas precisa ser funcional, com funcionamento mais intuitivo e processar as informações com mais rapidez. E nessa versão com motor turbo cairiam bem as hastes atrás do volante para trocas sequenciais. No lugar delas, pode-se trocar de marcha apenas por toques na alavanca, o que não é tão cômodo.

LEIA MAIS:  Novo Peugeot 2008: quais os problemas de comprar este SUV?

A falta de comando do tipo “um toque” nas janelas e na cortina do teto-solar panorâmico é outro sinal de que o carro está apenas à espera da chegada da nova geração, que passará a ser trazida da Argentina. Ao contrário do hatch 208 nacional, que vai conviver por um tempo com a nova geração, não se sabe se o SUV feito no Brasil continuará sendo vendido junto com o novo.

Peugeot 2008
Divulgação
O interior do Peugeot 2008 THP é bem conhecido desde 2015, quando o carro foi lançado no Brasil

 De qualquer forma, o Peugeot 2008 THP se mantém com alguns itens exclusivos e interessantes como o seletor de modo de condução que fica na base do console central, comandado com facilidade por meio de um botão giratório.

Trata-se do Grip Control, que ajusta o controle de tração em cinco modos, conforme a seleção do console central: Normal, Neve (desativa-se ao atingir 50 km/h), Lama (também adequado a grama molhada e ativo até 80 km/h), Areia (até 120 km/h) e ESP Off (que desliga o controle de estabilidade, só até 50 km/h).

Bom também é que a versão THP consegue ter bom desempenho sem gastar combustível demais. Segundo os números do Inmetro, o 2008 tipo de linha faz 12 km/l na cidade e 13 km/l na estrada com gasolina, números que passam para 8 km/l e 9 km/l com etanol, respectivamente.

Entretanto, assim como nas demais versões do 2008, a THP também sofre com a falta de espaço, inclusive no porta-malas, o que é complicado para um SUV comprador geramente por quem tem família. No porta-malas vão apenas 355 litros, o que até os quase extintos hatches médios conseguel levar.

LEIA MAIS: Nissan Kicks enfrenta Peugeot 2008. Qual dos SUVs compactos vence?

Conclusão

O Peugeot 2008 Griffe THP demorou muito para chegar às lojas com câmbio automático de seis marchas. Tem boa relação entre custo e benefício e bom desemepenho, mas a partir de 2021 a nova geração chegará da Argentina, bem mais moderna. Além disso, não é um dos SUVs compactos mais espaçosos. 

Ficha técnica

Peugeot 2008 Griffe THP
Preço: a partir de R$ 99.990 
Motor: 1.6, quatro cilindros, flex, turbo 
Potência: 173 cv (E) / 165 cv (G) a 6.000 rpm 
Torque: 24,5 kgfm a 4.000 rpm 
Transmissão: Automático, seis marchas, tração dianteira 
Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / eixo de torção (traseira) 
Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos sólidos (traseiros) 
Pneus: 205/60 R16 
Dimensões: 4,16 m (comprimento) / 1,74 m (largura) / 1,58 m (altura), 2,54 m (entre-eixos) 
Tanque: 55 litros 
Porta-malas: 355 litros 
Consumo gasolina: 12 km/l (cidade) / 13 km/l (estrada) 
0 a 100 km/h: 8,8 segundos 
Velocidade máxima: 209 km/h

    Veja Também

      Mostrar mais