Jeep Renegade Trailhawk: SUV com pegada aventureira também é um pacote eficiente na cidade
Guilherme Menezes/ iG Carros
Jeep Renegade Trailhawk: SUV com pegada aventureira também é um pacote eficiente na cidade

Se os SUVs não param de conquistar fatias de mercado cada vez maiores, uma das razões pelas quais isso acontece é a boa variedade de versões disponíveis no mercado. No caso da Jeep, a topo de linha Trailhawk do Renegade tem suas peculiaridades.

Na realidade, o SUV da Jeep sempre se apoiou na aura aventureira da marca. E a versão Trailhawk é a que mais está ligada às trilhas off-road. Parte de R$ 169.090, mas pode chegar aos R$ 178.958, com os opcionais do exemplar avaliado

Recém modernizada, essa versão abandona a motorização turbodiesel e conta com motor 1.3 turboflex, de 185 cv e 27,5 kgfm a 1.750 rpm.

Se antes, o Jeep Renegade sempre se destacou pelo trabalho do departamento de design, hoje, os engenheiros da fabricante também chamam atenção. Para os que gostam de uma “graxa” (como é o caso de muitos “jipeiros”), saibam que seu turbocompressor entrega até 1,8 bar de pressão, mesmo com a razão de compressão de 10,5:1.

De fato, o Renegade passa a se alinhar mais com os novos carros. Os retrovisores trazem luzes de direção integradas, enquanto as laterais adotam novos grafismos. Na traseira, adota novo estilo nas lanternas de LED, que são complementadas pelo para-choque traseiro redesenhado.

Ponto de destaque do SUV aventureiro vai para a boa união entre conforto e robustez. Levando em conta a sua valentia no asfalto mal conservado, não seria possível a suspensão receber uma calibração mais macia do que a que entrega. Mesmo assim, preserva bom conforto ao dirigir. Além disso, os bancos são firmes e acomodam bem os ocupantes.

Jeep Renegade Trailhawk vem com central multimídia moderna e conectada à internet
Divulgação
Jeep Renegade Trailhawk vem com central multimídia moderna e conectada à internet

Outro ponto positivo é a ergonomia . As distâncias entre banco, volante, pedais e comandos no painel também ganham nossa aprovação. Ainda dentro desse assunto, algo que o visual “quadradão” do Jeep favorece é a boa visibilidade. As janelas são grandes, bem como é fácil de enxergar os limites do carro.

Apesar disso, também pusemos os pés na estrada. Apesar do bom isolamento acústico, percebemos que o carro tem um arraste de ar acima da média, em velocidades acima dos 90 km/h. O acabamento também supera muitos do segmento, uma vez que painel e portas tem utilização de materiais sensível ao toque.

A versão Trailhawk do Renegade 2022 é equipada com tração integral e câmbio automático de 9 marchas. Além disso, são 5 modos de condução: Auto, Sport, Snow, Rock e Mud/Sand. O conjunto todo faz do SUV um carro ágil. Acelera até 100 km/h em 9,7 segundos e chega aos 202 km/h.

Apesar disso, os números de consumo do Renegade Trailhawk não são dos mais animadores. Segundo o Inmetro, faz,na cidade, 6,3 km/l (etanol) e 9,1 km/l (gasolina). Na estrada, os números sobem para 7,6 km/l (E) e 10,8 km/l (G).

Algo que fez muito bem a todas as marcas que hoje compõem o grupo Stellantis (sendo a Jeep, uma delas), é a reformulação dos sistemas de conectividade e entretenimento . Passaram a ser mais intuitivos, com melhor visibilidade, organização das informações na interface e mais refinados de processador.

O Jeep Renegade traz quadro de instrumentos com opção Full Digital de 7” com tela customizável que pode ser ajustada conforme o desejo do motorista. Nele, é possível ver parâmetros como pressão do turbo, percentual de potência enviada às rodas e até a força G.

O Novo Jeep Renegade traz ainda sistema multimídia com tela de até 8,4 polegadas com integração sem fio para Android Auto e Apple CarPlay, além de carregador de celular por indução com novo resfriamento pela saída de ar-condicionado direcionada, evitando superaquecimento comum nesse tipo de dispositivo.

No mais, bem também com controle de estabilidade e tração , assistente de partida em rampa, faróis Full LED, rodas de 19 polegadas, frenagem autônoma de emergência, leitor de placas e seis airbags, detector de fadiga, comutação automática do farol alto, frenagem autônoma de emergência (que faz um monitoramento contínuo do tráfego à frente) e assistente de permanência em faixa (que não deixa o carro invadir outras faixas).

Conclusão

O Jeep Renegade Trailhawk é um carro carismático e funcional. Com a chegada da nova geração, tem os equipamentos necessários para fazer uma pressão na concorrência. Aqui, os mais fanáticos pela conectividade estarão bem servidos.

Entretanto, os mesmos equipamentos que estão associados com melhorias, também acabam representando algumas ressalvas. A maior delas é o consumo de combustível , que não é tão fácil de encarar com os preços dos combustíveis do jeito que estão. Ao mesmo tempo, o carro está mais veloz do que nunca.

Para os que valorizam a personalidade nos carros, é difícil de encontrar algo similar. De qualquer forma, o Jeep Renegade Trailhawk tem conjuntobem equilibrado, preciso e sua robustez garante que você estará mais prevenido para enfrentar terrenos com pisos irregulares.

Ficha técnica

Jeep Renegade Trailhawk (a partir de R$ 169.090)

Motor: Dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 1.3, 16V, turbo, injeção direta, flex

Potência: 185 cv a 5.750 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.750 rpm

Câmbio: Automático, 9 marchas, tração integral

Direção: Elétrica

Suspensão: Independente, McPherson (diant. e tras.)

Freios: Discos ventilados (diant.) e sólidos (tras.)

Pneus: 215/60 R17

Tanque: 55 litros

Porta-malas: 320 litros

Peso: 1.640 kg

Central multimídia: 10 pol., sensível ao toque, compatível com Android Auto e Apple CarPlay

Comprimento: 4,26 metros

Largura: 1,80 m

Altura: 1,71 m

Entre-eixos: 2,57

Consumo: 6,3 km/l na cidade e 7,6 km/l na estrada, com etanol e 9,1 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada, com gasolina

Vel. max: 202 km/h

0 a 100 km/h: 9,7 s 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários